5 dicas para expandir sua pequena empresa

expandir pequena empresa O alcance do sucesso no universo corporativo é uma das mais importantes metas de qualquer negócio. Mas, chegar lá não é tarefa fácil, pois, além de envolver uma série de fatores que a corporação não é capaz de controlar, como oscilações no mercado financeiro e mesmo crises econômicas, demanda a implementação de diversas ações tanto pontuais quanto continuadas que, em geral, visam ao crescimento da companhia. Essas intervenções se tornam ainda mais necessárias quando se trata de expandir uma pequena empresa.

É justamente para te ajudar a alavancar o seu negócio que preparamos o texto de hoje. Nele, vamos dar dicas valiosas para fazer a sua pequena empresa crescer rapidamente no nicho mercadológico em que atua e explicar o que é preciso considerar no âmbito financeiro a fim de que esse crescimento aconteça de forma segura, sem riscos de prejuízos. Também vamos mostrar como usar em sua PME as melhores soluções tecnológicas disponíveis atualmente. Confira tudo isso agora mesmo!

Dicas para fazer a sua pequena empresa crescer

1. Ofereça novos produtos e serviços

Para expandir os seus negócios, as pequenas empresas precisam estar de acordo com as expectativas dos consumidores na era digital. Isso significa que a sua PME deve oferecer produtos e serviços que tragam algum tipo de inovação capaz de chamar a atenção do consumidor, convencendo-o a comprar. Caso o negócio mantenham-se sempre com as mesmas ofertas, torna-se obsoleto, condição que tanto inviabiliza o seu crescimento no mercado, quanto o coloca em posição extremamente desvantajosa em comparação com as suas concorrentes

2. Monte um plano de negócios detalhado

Planejar é a base para fazer a sua empresa crescer de forma ordenada e longe dos perigos administrativos e financeiros de uma expansão desequilibrada. Nessa perspectiva, é muito importante que a PME elabore e implemente um plano de negócios detalhado de acordo com as suas características e necessidades específicas. O uso dessa ferramenta corporativa permite que a companhia identifique as suas possibilidades reais de crescimento, defina estratégias viáveis para a execução e acompanhe todas as etapas de desenvolvimento.

3. Invista em networking

O trabalho em rede é essencial para promover o crescimento de uma pequena empresa, já que possibilita que ela chegue até o seu público-alvo de forma mais natural, gerando certa dose de confiança nos consumidores. Assim, o trabalho em parceria com PMEs de outros nichos bem como o desenvolvimento contínuo de networking junto aos fornecedores, clientes e aos próprios colaboradores da companhia tende a aumentar o alcance de sua atuação, sendo um diferencial na hora de competir com corporações maiores.

4. Abra novas filiais

Qualquer negócio que queira se expandir tem que aumentar o número de unidades em diferentes locais, de forma a abranger o maior raio de atuação possível. Essa estratégia de crescimento é normalmente implementada por meio da abertura de novas filiais, que, mantendo a diversidade e o padrão de qualidade dos produtos e serviços oferecidos na matriz, adquire potencial para conquistar mais clientes e, consequentemente, elevar o volume de transações efetuadas na companhia.

5. Use a tecnologia a seu favor

A expansão de uma PME depende, em grande medida, da aplicação de tecnologias corporativas na rotina do negócio. Isso porque a automação de processos gera uma série de vantagens que tornam a pequena empresa muito mais competitiva. Entre esses benefícios, estão: a intensificação da segurança, o aumento da produtividade, a diminuição de custos operacionais, a otimização de procedimentos de atendimento ao cliente, a gestão eficiente de documentos e a melhoria da imagem da companhia.

O que considerar no âmbito financeiro

A expansão de uma pequena empresa passa necessariamente pelo planejamento de suas finanças. E não poderia ser diferente, já que o fator econômico é um dos principais pilares para a viabilização de um projeto de crescimento corporativo bem-sucedido. Atualmente, existem algumas metodologias e técnicas que auxiliam na programação e no controle das finanças de uma PME por seus gestores. As principais delas são valuation e tax planning.

Valuation é o processo por meio do qual é possível mapear a situação financeira de um negócio a partir de informações do seu fluxo de caixa, efetuar a checagem dos ativos fixos e estabelecer potenciais riscos futuros, tendo em vista diferentes cenários mercadológicos. Essa metodologia é importante porque permite que a PME defina o seu valor de mercado, identifique pontos positivos e negativos na gestão de finanças e crie condições para chamar a atenção de investidores que possam contribuir para o crescimento do negócio.

O tax planning engloba o conjunto de ações que levam à decisão adequada sobre o regime de tributação que será adotado pela pequena empresa, considerando tanto as suas especificidades corporativas, quanto a legislação vigente. De valor estratégico, essa metodologia permite que a PME reduza as suas despesas com tributos sempre que possível, ao mesmo tempo em que é capaz de focar no crescimento do negócio dentro da legalidade jurídica.

Como usar as soluções tecnológicas em sua PME

Há vários recursos tecnológicos fundamentais para o crescimento de uma pequena empresa, como os softwares de gestão de clientes, uma plataforma de assinatura eletrônica, os programas computacionais de integração de dados e apps, assim como o gerenciamento do contrato eletrônico. Em conjunto, tecnologias como essas dão mais organização, dinamicidade e eficiência à PME, fazendo com que ela opere com procedimentos tão otimizados quanto os que são comumente usados por companhias de médio e pequeno porte.

A DocuSign, companhia especializada na automação de processos corporativos relacionados ao ciclo de vida de um contrato, oferece diversos tipos de soluções tecnológicas que ajudam as PMEs a expandirem os seus negócios, como é o caso da assinatura eletrônica. Trata-se de uma ferramenta que otimiza significativamente a conclusão de transações ao possibilitar que um contrato seja fechado eletronicamente, inclusive de forma remota via um device móvel como um celular ou Ipad, a qualquer hora, com total segurança e dotado de validade jurídica, como os documentos elaborados em papel. Cortando custos como motoboy, impressão, armazenamento, reconhecimento de firma e etc... E eliminando muitas das burocracias que o papel traz para a vida de uma empresa. Veja o caso do iFood e entenda como uma plataforma de assinatura eletrônica pode ajudar o seu negócio a crescer.

Não existe segredo: o empreendedor que busca expandir uma pequena empresa precisa planejar e implementar ações que otimizem a estruturação e o funcionamento do negócio, diversifiquem as ofertas e aumentem o alcance da companhia no seu segmento de mercado. Mas para que essas iniciativas realmente surtam o efeito desejado, é fundamental que a PME invista no uso de tecnologias que conferem maior eficiência aos processos administrativos e gerenciais, dinamizam a interação com os clientes e aumentam a produtividade.

Entre em contato com a DocuSign e conheça soluções incríveis para expandir a sua pequena empresa! Ou acesse o free trial que te permite testar gratuitamente a plataforma de assinatura eletrônica da DocuSign por 30 dias.

Publicados