era digital caracteriza-se pelo contínuo desenvolvimento tecnológico que, por meio da inovação, proporciona comodidade e eficiência aos mais diversos segmentos da sociedade. O setor de telecomunicações é um dos que mais se beneficiam com a evolução tecnológica. Exemplo disso é o surgimento da internet via satélite, que, através do Star Link, promete transformar a forma como as pessoas navegam no mundo virtual.

Que tal, então, conhecer as principais características dessa poderosa tendência tecnológica? É só continuar lendo o post de hoje. Nele, vamos explicar o que é o StarLink e quais são os diferenciais da internet via satélite. Também abordaremos o que mudará no serviço de telecomunicações com a utilização dessas tecnologias e a partir de quando essa modalidade de conexão estará disponível. Não deixe de conferir agora mesmo!

O que é o StarLink?

O StarLink é uma iniciativa ousada e pretensiosa, que tem tudo para revolucionar a comunicação e a interação virtual. Trata-se de um projeto de responsabilidade da empresa norte-americana SpaceX, cujo principal objetivo é implementar constelações de satélites para instalar uma plataforma de baixo custo e elevado desempenho, capaz de oferecer internet em todo o globo terrestre, incluindo os lugares mais remotos e de difícil acesso.

A ideia é que a SpaceX trabalhe em duas etapas para colocar o seu projeto em prática. Enquanto na primeira fase a companhia operará com 4.409 satélites, na segunda, ela lançará mais 7.518 satélites, aumentando de forma considerável o seu alcance no planeta. Cada um dos equipamentos pesa cerca de 227 Kg, sendo configurado sob o formato de um painel plano, que possui diversas antenas de alto desempenho e apenas um painel solar.

Essa gigantesca constelação de satélites circulará em órbita terrestre baixa — em altitudes que variam entre 1.110 e 1.325 Km — e constituirá a base de uma rede mundial de internet de banda larga de altíssima performance. Com o lançamento total de mais de 12.000 satélites, o StarLink fornecerá conexões hiper rápidas, de até 1 gigabit por segundo e com latência de aproximadamente 25.000 milissegundos.

Quais são os diferenciais da internet via satélite?

A internet via satélite pode ser considerada um novo marco para o universo virtual, atuando diretamente nos processos de transformação digital pelos quais o mundo vem passando. Isso porque quando comparada a outros tipos de conectividade, a internet via satélite oferece vantagens técnicas e econômicas, como a otimização de desempenho e a diminuição de custos, que a tornam muito mais interessante.

Em termos técnicos, a internet via satélite é muito mais vantajosa, já que, por se tratar de uma rede abrangente e de longo alcance, a sua conectividade é bem mais rápida e eficiente. Só para se ter uma ideia, a latência estimada para essa modalidade de internet é de apenas 25 milissegundos, valor extremamente menor do que do que os atuais 600 milissegundos demandados pelas operadoras que operam com satélites atualmente.

Outro benefício trazido pela utilização em larga escala da internet via satélite — prometido pelo StarLink — é a popularização desse formato de conexão, o que levará à diminuição dos custos de contratação desse tipo de serviço. Dessa maneira, os consumidores terão acesso à internet de alta qualidade pagando preços bem mais baratos do que os praticados hoje em dia. É muito mais por bem menos!

Além disso, esse formato de internet contribui significativamente para superar alguns dos principais desafios do setor de telecom no Brasil e no mundo. Um desses obstáculos é o oferecimento de internet em áreas remotas ou com acesso dificultado. Com a internet via satélite, pessoas que estejam em qualquer área do globo poderão se conectar à rede mundial de computadores de forma simples, rápida e sem interrupções.

O que mudará no serviço de telecomunicações?

Se tivemos um salto quantitativo e qualitativo com a substituição da internet discada pela banda larga, a chegada do StarLink criará um novo paradigma no universo tecnológico. Essa nova realidade vai mudar tanto a forma por meio das quais as empresas de telecomunicações operam no seu nicho de mercado quanto o modo como os usuários se conectam por todo o mundo.

A tendência é que a expansão da conectividade que será possibilitada pela internet via satélite contribua para automatizar atividades nas mais diversas áreas da sociedade, de maneira a otimizar processos e resolver demandas com maior rapidez,. No ramo mercadológico especificamente, o atendimento automatizado tem tudo para melhorar a experiência do cliente e propiciar maior satisfação a ele.

As mudanças trazidas pela internet via satélite ao serviço de telecomunicações têm potencial para gerar melhorias para pessoas físicas e empresas. Por se tornar mais rápida, dinâmica e barata, a comunicação virtual será a principal forma de interação entre as pessoas, o que vai gerar mais comodidade para os consumidores, bem como será capaz de aumentar o volume de negócios de uma companhia e elevar a segurança da sua internet.

A partir de quando teremos a internet via satélite?

Muito antes do que se poderia imaginar. De acordo com Elon Musk, fundador da SpaceX e principal responsável pelo desenvolvimento do StarLink, o planejamento da empresa prevê que cerca de 11.000 satélites estejam em órbita durante o ano de 2020. Além disso, a SpaceX espera alcançar 40 milhões de usuários de seus serviços já em 2025.

A companhia de Elon Musk já obteve permissão da Federal Communications Comission — órgão de regulação governamental norte-americano que corresponde à Anatel, no Brasil — permissão para a execução das duas fases de lançamento de satélites, comentadas no decorrer do post. O pontapé inicial do projeto foi dado com o lançamento de dois satélites em 2018, que receberam os apelidos de TinTin A e TinTin B.

Como mostramos no decorrer do post, a internet via satélite, especialmente por meio do StarLink, fará uma verdadeira revolução na forma como usamos o ambiente virtual. Além de seus valores mais baixos, essa tecnologia é muito mais eficiente, rápida e acessível para todos, características que tornam a interação digital simples e democrática.

Que tal conhecer recursos tecnológicos tão poderosos quanto o StarLink? Entre em contato com a DocuSign!