Seguradora digital: conheça soluções tecnológicas que auxiliam esse mercado

Seguradora digital, veja como ter mais eficiência operacional

O desenvolvimento tecnológico vem revolucionando as formas de se fazer negócio. Se antes as propagandas eram feitas em papel e a contratação caracterizava-se por ser um processo burocrático extremamente lento, hoje o marketing digital e os contratos eletrônicos já são uma realidade. E isso não é diferente no segmento de seguros, que, ao aplicar as inovações tecnológicas, se modernizou, dando origem à seguradora digital.

Levando em conta esse cenário, no post de hoje, vamos mostrar as tecnologias que auxiliam (e muito!) o mercado de seguros a ter sucesso. Explicaremos como a transformação tecnológica gera impactos nas empresas e por que vale a pena tornar a seguradora digital. Também vamos indicar quais os pontos em que a companhia deve ter mais atenção para fazer as mudanças necessárias. Confira agora mesmo!

Como a transformação digital impacta as empresas?

Tanto a gestão empresarial quanto os processos produtivos e os procedimentos administrativos típicos de negócios dos mais variados segmentos são impactados pela transformação digital. A razão disso é que o paradigma corporativo mudou, deixando de se basear em atividades comerciais lineares e unidirecionais, a fim de abarcar o funcionamento dinâmico e multifacetado do universo virtual.

Nessa ótica, a nova era tecnológica vem modificando a própria essência das empresas, que precisam atender às demandas de consumidores cada vez mais conectados e adeptos do uso de ferramentas digitais. Portanto, essa transformação corporativa, motivada pelo desenvolvimento de inúmeras tecnologias, é o reflexo do cenário mercadológico atual, que exige perspectivas negociais inovadoras.

E o impacto se dá nas mais variadas frentes. Para atrair leads que se tornem efetivamente clientes da empresa, as campanhas publicitárias passam a focar em estratégias de marketing digital. O fluxo de elaboração e tramitação de contratos fica informatizado, dispensando o uso de documentação impressa e a necessidade de reuniões presenciais entre as partes envolvidas.

Esses dois exemplos já dão uma boa ideia da repercussão positiva que a transformação digital gera nas empresas, de forma a otimizar o seu funcionamento. O emprego de soluções tecnológicas aumenta a produtividade dos colaboradores, proporciona a redução de custos operacionais, abrange um público-alvo mais amplo e confere mais eficiência aos processos administrativos desempenhados.

Além disso, a informatização corporativa contribui consideravelmente para que o negócio fique cada vez mais competitivo no seu nicho de mercado, com condições de superar a concorrência e melhorar os seus resultados. Isso porque empresas que oferecem serviços com mais assertividade, comodidade e rapidez tendem a melhorar a experiência do cliente, fidelizando-o.

Por que tornar a minha seguradora digital?

Porque esse é o caminho adequado para alcançar e manter o sucesso no ramo de seguros, seguindo as tendências atuais. Se a seguradora deseja estar à frente do seu tempo, com inovações de serviços que modernizem o seu trabalho e facilitem a vida dos clientes, ela deve se tornar digital. A recusa a essa migração constitui um grande risco de a companhia cair na obsolência, de modo a perder espaço no mercado.

O conceito de seguradora digital baseia-se na automação de processos de gestão, organização, documentação, atendimento e finanças. Trata-se de uma empresa que, para operar com seguros (de saúde, vida, imóveis, crédito, empresa, viagem, automóveis etc.), utiliza uma gama de recursos tecnológicos capazes de transformar a dinâmica da seguradora, que passa a ser toda virtual.

Assim, a seguradora digital requer a instalação de operações que possibilitem o fechamento de negócios a distância, de maneira rápida e segura, como: a digitalização da assinatura de documentos, a emissão de pagamentos por meio de canais eletrônicos, a interação remota com os clientes, via contatos virtuais ou telefone, e a implementação de estratégias de marketing digital.

Os sistemas informatizados empregados pelas seguradoras digitais permitem que todo o processo de apresentação, elaboração, contratação, pagamento e execução das apólices de seguro seja desenvolvido em plataformas automáticas. Com esse fluxo, extremamente versátil e organizado, a empresa pode negociar seguros com consumidores em qualquer lugar do mundo, ampliando muito o seu raio de atuação.

Quais são os pontos de mudança?

Para que uma seguradora passe de tradicional para digital, primeiramente é necessário que ela modifique o modo pelo qual enxerga o negócio, vislumbrando o espaço virtual como o local onde estão as maiores oportunidades de obter resultados. É, então, que vem a parte prática da mudança, quando a empresa deve implementar as ações que tornem a companhia otimizada, eficiente e inovadora. Na sequência, listamos as principais delas!

Comunicação com o cliente

Uma seguradora digital caracteriza-se por operar remotamente, de forma que a divulgação dos seus serviços e as interações com os seus consumidores ocorram por meio de canais eletrônicos. Por isso, a empresa precisa desenvolver uma política de comunicação clara, objetiva, sucinta e capaz de sanar todas as necessidades dos clientes. Quanto mais simples e esclarecedoras forem as informações, maiores serão as chances de o negócio ser fechado.

Digitalização da assinatura de contratos e documentos

Como o trabalho da seguradora digital é online, todos os contratos e documentos utilizados nas transações devem circular via web. Para isso, a companhia precisa contar com uma plataforma de gestão documental que integre diferentes funcionalidades que vão desde a geração do acordo, passando pela assinatura das partes envolvidas e chegando até a etapa de pagamento. Veja abaixo um vídeo da Caixa Seguradora contando como implementou este processo de assinatura eletrônica:

Remote video URL

Gestão empresarial modernizada

A integração de dados é um ponto fundamental da seguradora digital. É a conexão inteligente entre os diferentes tipos de informação em sistemas automatizados que permite à empresa gerar e analisar índices para medir sua produtividade. Essa gestão empresarial modernizada refina o controle das negociações e acarreta subsídios para que a companhia planeje e empregue ações comerciais.

Implementação de softwares

É impossível que a seguradora se torne digital, se ela não instalar os programas computacionais apropriados para as suas atividades administrativa, comercial e financeira. Os softwares com as funcionalidades de armazenamento e integração de dados, tramitação e gestão de documentos, assinatura eletrônica, pagamento e relacionamento com o cliente são as ferramentas que viabilizam a atuação da seguradora digital.

Uma seguradora digital precisa de soluções tecnológicas que forneçam o suporte adequado para que ela possa divulgar seus produtos, documentar e validar as negociações, atender clientes, receber deles e gerir todas as transações efetuadas. A DocuSign é a parceira ideal para isso, já que oferece um conjunto eficiente e seguro de tecnologias que torna factível todo o processo virtual.

Ficou interessado? Entre em contato conosco e conheça os recursos que vão transformar a sua seguradora de maneira positiva! Ou realize um teste grátis da plataforma de assinatura eletrônica da DocuSign!

Publicados
Temas relacionados