Customer first: descubra o que é e como implementar no setor imobiliário

customer first O sucesso de um negócio envolve a articulação de três elementos fundamentais: aqueles que produzem e atendem, os bens e os serviços que são oferecidos, assim como quem os consome. O fato é que, por diversas razões, nem sempre a empresa dá a devida atenção às demandas dos seus consumidores, o que pode ser um desastre, sobretudo em segmentos que exigem maior customização, como o de imóveis.

Uma forma eficiente de vencer esse desafio é implementar o customer first, estratégia corporativa que é totalmente orientada para o cliente. Bem interessante, não é mesmo? Então, continue a leitura, pois é justamente sobre esse assunto que vamos tratar.

Para começar, explicaremos o que significa ser customer first, uma metodologia que vai muito além do atendimento ao cliente. Depois, mostraremos como é possível implementar essa cultura no setor imobiliário, apontando práticas que maximizam acertos, evitam erros e melhoram significativamente os resultados. Também vamos indicar algumas ações que geram impactos diretos no customer first. Acompanhe a leitura para saber mais!

O que é ser customer first?

Cada vez mais frequente no universo mercadológico, a expressão customer first, que pode ser livremente traduzida como "cliente em primeiro lugar", tem como princípio fundamental a ideia de que o consumidor de um determinado produto ou serviço é a prioridade de um negócio.

Assim, o foco principal desse pensamento corporativo é a criação das condições mais apropriadas para que os colaboradores da empresa ofereçam as melhores experiências possíveis aos compradores, de modo a gerar altos níveis de satisfação.

Mas engana-se quem pensa que customer first é simplesmente sinônimo de atendimento de excelência. Na verdade, esse conceito vai muito além, englobando todo o funcionamento da companhia, nos diferentes processos e elementos que constituem o seu fluxo produtivo.

Trata-se de uma cultura que envolve a definição de metas voltadas tanto à captação quanto à fidelização de clientes, o planejamento de ações em prol do alcance da satisfação dos consumidores e a estruturação dos setores da empresa para que os compradores sejam plenamente atendidos.

Portanto, para ser implementado, o customer first demanda a elaboração de estratégias empresariais capazes de agregar valores extremamente positivos à experiência do cliente, o que faz com que o consumidor não só volte a fazer negócio com a companhia, mas também a recomende para outras pessoas.

Isso exige uma redefinição das metodologias de trabalho utilizadas na companhia, a reorganização das práticas realizadas pelos funcionários e a adoção de ferramentas tecnológicas que otimizem os procedimentos de atendimento.

Como implementar a cultura de customer first no setor imobiliário?

Totalmente dinâmica, multifuncional e muito eficiente para o alcance do sucesso corporativo, a cultura customer first pode ser implementada nos mais variados setores de mercado, incluindo o segmento imobiliário.

Esse pensamento empresarial é bastante valioso para o ramo de imóveis, que se caracteriza pela necessidade constante de atender às demandas dos seus clientes de forma customizada, pois, afinal, quem quer comprar ou alugar uma casa, por exemplo, busca não só atendimento, mas também opções sob medida. E isso requer personalização.

Mas como estruturar o customer first no setor imobiliário? A resposta é bem fácil. Com a aplicação de estratégias e ações relativamente simples em conjunto ao uso de recursos poderosos que ajudam os colaboradores a priorizar os clientes da companhia, alavancando os negócios.

Veja a seguir algumas dicas de ouro para realizar essa implementação!

Estimule o engajamento e a proatividade da equipe

Não há como negar: fechar mais negócios imobiliários depende muito da atuação dos corretores. Por isso, é muito importante que a gestão da empresa encontre meios para engajar os seus funcionários e fazer com que eles desenvolvem ou fortaleçam sua proatividade.

E há muitas formas de promover esses comportamentos, como a implementação de um sistema de bonificação (a cada imóvel alugado, o profissional marca pontos que, somados, irão gerar folgas extras, por exemplo), a criação do senso de pertencimento, o estímulo à competitividade sadia etc.

Tenha uma definição clara e objetiva dos processos

Não basta que os profissionais estejam engajados e sejam proativos, é preciso conhecer bem os trâmites imobiliários e procedimentos da empresa para propiciar o customer first. Isso demanda, primeiramente, a padronização dos processos realizados para a locação e a venda de imóveis, o que evita erros e demoras desnecessárias.

Em seguida, é essencial que a equipe seja devidamente treinada, ação que proporciona maior objetividade às informações repassadas aos consumidores e agiliza as transações em andamento.

Registre as informações sobre os clientes

Para que a imobiliária atenda às necessidades específicas dos seus clientes, ela precisa saber quem eles são. Isso pode ser feito por meio da criação de um banco de dados (de preferência, sistematizado) em que são registradas as informações sobre toda a sua clientela.

A partir desse sistema, é possível cruzar as demandas e características dos consumidores com as opções que a imobiliária tem a oferecer, o que ajuda customizar a experiência.

Automatize operações

A transformação digital no setor imobiliário já não é novidade, no entanto, boa parte das empresas ainda não está seguindo essa tendência fundamental. Portanto, além de consistir um diferencial frente a outras companhias, a automação das operações imobiliárias é fundamental para melhorar a experiência dos clientes.

A adoção de contratos eletrônicos com o uso da assinatura eletrônica para o fechamento eletrônico de transações faz com que as partes envolvidas na compra de um imóvel sequer precisem sair de casa para formalizar o negócio. Veja o vídeo abaixo com depoimento da Re/Max:

[embed]https://docusign.wistia.com/medias/p4gxry8i06[/embed]

O que pode impactar uma cultura de customer first?

Para que a cultura de customer first seja criada na imobiliária, ela precisa compreender os aspectos que impactam diretamente nessa filosofia. Os principais fatores a ser considerados são:

  • o perfil de cada cliente;
  • a padronização de processos envolvidos nas negociações;
  • as metas definidas pela companhia;
  • o grau de motivação dos corretores;
  • o nível de informatização da imobiliária.

Adotar o customer first como princípio de trabalho tem tudo para dar aquela guinada nos negócios de uma imobiliária, tornando-a mais produtiva e lucrativa, principalmente se a empresa contar com o uso de tecnologias. Por ser uma filosofia baseada na prioridade do cliente, ela é perfeita para um setor que precisa necessariamente oferecer a melhor experiência para que sua clientela possa alugar ou comprar um imóvel.

Que tal saber como as ferramentas tecnológicas ajudam a sua empresa a oferecer a melhor experiência para o cliente? Acesse agora mesmo o nosso post sobre a importância da assinatura eletrônica para o mercado imobiliário e entenda essa questão!

https://go.docusign.com.br/o/trial/

Publicados