O termo mobilidade digital é usado para descrever a tendência de utilização de dispositivos móveis integrados à internet para otimizar e dinamizar tarefas de qualquer natureza. Especificamente no mundo corporativo, a mobilidade digital pode se mostrar uma ferramenta bastante valiosa para os negócios.

Buscando oferecer experiências melhores aos clientes e otimizar seus processos produtivos, muitas empresas passam pela transformação digital, com diversas tecnologias disruptivas resultando em mudanças não apenas quantitativas como qualitativas. E a mobilidade digital faz parte dessa transformação!

Sabia que, com smartphones e outros dispositivos conectados, as empresas conseguem otimizar processos e reduzir custos operacionais? Acompanhe os próximos tópicos para entender melhor o que é a mobilidade digital e por que sua empresa precisa de uma estratégia nessa área!

Do que se trata a mobilidade digital?

A popularização da internet foi uma verdadeira revolução. Pessoas e empresas passaram a consumir informação, fazer negócios e se comunicar de uma maneira totalmente diferente de como era feito nos séculos anteriores. Hoje, para você ter uma ideia, já existem mais smartphones conectados à internet que pessoas no planeta!

Se a popularização da internet deu início a um processo de transformação global, a mobilidade digital levou tudo isso para o bolso das pessoas. Basicamente, a mobilidade digital é uma tendência que envolve o uso de todo tipo de dispositivo conectado à internet para a conveniência dos usuários. Atualmente, os smartphones são os principais representantes dessa categoria, mas a expectativa é de que cada vez mais aparelhos conectados surjam no mercado, como relógios ou pulseiras inteligentes.

Usos práticos da mobilidade digital envolvem ferramentas como aplicativos de transporte que permitem chamar um carro simplesmente disponibilizando sua localização geográfica ou apps de bancos que viabilizam a realização de transações de onde o usuário estiver. Indo além desses exemplos, a mobilidade digital também pode ser muito importante para as empresas. Por isso, é fundamental que seu negócio trace logo uma estratégia mobile!

Por que é preciso traçar uma estratégia mobile?

Antes de mais nada, é preciso considerar a presença da empresa e seu posicionamento de mercado. Entenda: independentemente da área de atuação do negócio, o mais provável é que seus clientes usem smartphones como ferramentas de conveniência em seu cotidiano. É interessante, portanto, usar esse canal para se aproximar dos consumidores, traçando uma estratégia para aproveitar ao máximo a mobilidade digital.

Um exemplo visível disso é a disputa entre fintechs e bancos tradicionais por clientes nas plataformas móveis. Cada vez mais, novas startups entram na briga por contas, cartões de crédito, seguros e outros produtos bancários usando aplicativos versáteis e dispensando a existência de agências físicas. E os bancos tradicionais já começaram a reagir a essa tendência, investindo recursos volumosos para continuar competitivos e desenvolvendo seus próprios aplicativos para oferecer soluções mobile bancárias.

Já no varejo, a tendência da mobilidade digital é ainda mais importante. Esse setor já passou por uma transformação recente com a chegada do e-commerce tradicional, mas a popularização das plataformas móveis e o crescimento da chamada Internet das Coisas ou Internet of Things (IoT) estão pressionando o desenvolvimento de lojas físicas inteligentes.

Atualmente, já existem diversos comércios que usam os smartphones dos clientes para oferecer promoções baseadas em localização geográfica, enviar ofertas totalmente personalizadas e até implementar programas de fidelidade que antes só eram possíveis no e-commerce. Nos bastidores, soluções como etiquetas inteligentes e outros tipos de dispositivos conectados permitem o rastreamento do inventário, uma gestão de estoques mais eficaz e uma logística inteligente, baseada em dados precisos obtidos com a IoT.

Isso sem contar que qualquer tipo de negócio pode lançar mão da nuvem para permitir o acesso remoto a sistemas e documentos da empresa. Sem dúvida, essa é uma importante aplicação da mobilidade digital! Com isso, corretores de imóveis conseguem mostrar possibilidades comparativas para seus clientes enquanto visitam um apartamento, por exemplo, bem como vendedores de qualquer natureza podem fechar negócios sem precisar ir e voltar ao escritório para resolver burocracias.

A verdade é que, com a mobilidade digital, os profissionais conseguem levar a infraestrutura de um escritório completo com eles aonde forem, o que facilita significativamente não só visitas a clientes e viagens corporativas, mas o próprio dia a dia!

Como a mobilidade digital transforma a empresa?

A mobilidade digital faz parte de uma mudança maior: a transformação digital, que consiste na reestruturação de processos com base em novas tecnologias, visando oferecer uma melhor experiência ao cliente, mais produtividade, custos reduzidos e uma gestão eficiente. Na prática, com o aprimoramento das tecnologias móveis, é natural que as empresas sofram um impacto cultural bem significativo, envolvendo uma revisão de processos e, principalmente, a adoção do trabalho remoto.

Hoje, a estrutura de um escritório já não é mais razão para justificar a reunião da equipe em um mesmo lugar. Mesmo se não estiver fisicamente na sede da empresa, o colaborador é capaz de acessar os mesmos sistemas e documentos que estariam disponíveis para ele no escritório. Isso significa que nem sempre valerá a pena financeiramente deslocar essa pessoa para um local todos os dias.

Em muitas empresas, já existe uma política estabelecida de home office que permite que os colaboradores trabalhem um ou mais dias da semana em casa. E, claro, existem também organizações em que a regra é o trabalho remoto, com o time se reunindo fisicamente em raríssimas ocasiões.

Essas e outras mudanças envolvendo a mobilidade da equipe resultam também em uma reestruturação drástica de como os processos são realizados dentro da organização. Um exemplo disso é a gestão de documentos. Com o time mais móvel, é importante que todos estejam digitalmente disponíveis de alguma forma. Até porque o material físico fica restrito à localização geográfica em que o colaborador se encontra.

Nesse cenário, além de digitalizar aquilo que já está no papel, é preciso adequar os processos para uma realidade em que esses documentos já nascerão no digital. Também é importante otimizar esses processos de forma que consigam ser executados do começo ao fim via plataformas móveis, assegurando que nada seja perdido quando o trabalho é feito remotamente.

E agora que você já conhece como a mobilidade digital abre novas oportunidades para negócios e empresas, que tal aproveitar para conferir nosso white paper sobre transformação digital e se aprofundar nesse tema?

(Visited 394 times, 1 visits today)

Tags