Com os avanços tecnológicos dos últimos anos, a inteligência artificial deixou de ser um assunto de ficção científica para se tornar realidade para as empresas que querem melhorar ainda mais a experiência de seus clientes.

Quer um exemplo? Aplicações como Netflix e YouTube já usam essa tecnologia para apresentar conteúdos personalizados de acordo com as preferências e os hábitos dos usuários. E não é à toa! Segundo pesquisa da Salesforce, é possível fechar até 43% mais vendas usando recursos de inteligência artificial nos atendimentos, sabia?

Já parou para pensar sobre o que essa tecnologia pode fazer pelas vendas da sua empresa? Que tal entender como o atendimento aos clientes será revolucionado pelo uso da inteligência artificial no mundo dos negócios? Para isso, basta acompanhar os próximos tópicos!

Chatbots

Segundo um estudo da Gartner, 85% das interações entre empresas e clientes ocorrerão sem intervenção humana até 2020. E pode acreditar: os chatbots serão peças fundamentais nesse processo.

Basicamente, os chatbots são softwares de comunicação automatizada que integram diversas aplicações e conversam com pessoas via chat. Por meio de interações com o chatbot, seus clientes poderão pedir pizzas, agendar reuniões ou até receber ajuda para assinar contratos eletrônicamente, por exemplo.

Atualmente, a maioria dos chatbots ainda tem como base perguntas previamente definidas e comandos fechados, resumidos em fluxogramas. Isso quer dizer que se o usuário pergunta algo que não foi previsto, o bot pede desculpas e informa que não entendeu o comando. Já se a tarefa em questão não pode ser executada pelo software, ele mesmo passa a função para um assistente humano.

Na prática, a tendência é que, nos próximos anos, os bots incorporem a tecnologia de machine learning para aprender com as conversas com os clientes, oferecendo interações cada vez melhores e mais personalizadas.

Por enquanto, os chatbots já podem ser usados para otimizar o processo de atendimento ao cliente, automatizando tarefas repetitivas, como agendamento de visitas, pedidos de informação, alterações de cadastro mais simples, acompanhamento de pedidos, entre outras diversas possibilidades.

Atendimento inteligente

O que todo cliente deseja? Um processo de atendimento prático, rápido e eficiente. Além disso, porém, também é necessário que o atendimento seja inteligente. Isso significa que a empresa precisa aprender sobre as preferências e os comportamentos dos consumidores para aplicar tais conhecimentos no atendimento. É simples: se você já pediu o número de CPF do seu cliente no início da interação, por exemplo, nada de exigir que ele repita essa informação outras vezes, ok?

Com a inteligência artificial, os atendimentos aprenderão sobre o cliente de forma automática, analisando seu histórico, perfil e comportamento de compra para oferecer informações personalizadas. Quais são seus produtos preferidos? Que tipo de serviço ele mais consome? Quais são suas formas de contato favoritas? Todas essas informações, antes mal aproveitadas, servirão para construir uma experiência única para o cliente.

Aceleração das vendas

O raciocínio é simples: como seu cliente tem mais autonomia em um processo de atendimento inteligente e automatizado, cai a demanda por atendimento humano, acelerando o ciclo de vendas.

Segundo um estudo da NeoAssist, foram registrados 10 vezes menos atendimentos por e-mail e 100 vezes menos atendimentos por telefone em organizações que oferecem autoatendimento via internet e dispositivos móveis. É isso mesmo: a automatização elimina contatos desnecessários entre empresa e consumidores, reduzindo os custos com atendimento humano e otimizando todo o processo de vendas. Aliás, nós já falamos um pouco sobre o assunto neste post.

Por fim, ao reduzir a demanda por atendimento humano, seus colaboradores têm mais tempo para se dedicar aos relacionamentos de maior importância para a empresa, o que nos leva ao próximo ponto.

Relacionamentos de qualidade

Como a inteligência artificial reduz a quantidade de trabalho de seus colaboradores, eles podem aumentar o tempo de dedicação às interações com leads, construindo relacionamentos melhores e mais personalizados com os consumidores. Isso ajuda a reduzir a taxa de churn (rotatividade) dos clientes e aumenta o grau de satisfação em relação à empresa.

Um estudo da Harvard Business Review verificou que 65% dos consumidores falam algo negativo sobre a experiência com uma marca caso ela seja efetivamente ruim, sendo que apenas 25% falam algo positivo caso a experiência tenha sido boa. Anote aí: clientes insatisfeitos falam muito mal da empresa quando têm experiências ruins.

Pensando nisso, o ideal é focar em melhorar a experiência do usuário para garantir uma boa imagem no mercado. Isso pode ser feito por meio da simplificação dos atendimentos com a inteligência artificial e o melhor aproveitamento dos dados disponíveis para o benefício do cliente.

Visão estratégica

Um dos maiores pontos positivos do uso da inteligência artificial no ambiente empresarial é o aproveitamento estratégico dos dados da jornada do consumidor, que antes eram simplesmente descartados. Com a coleta de dados sobre as necessidades e preferências dos clientes, é possível ter uma visão mais global sobre as tendências de mercado, identificando assim novas oportunidades de negócio.

Outro detalhe é que, ao interpretar as interações realizadas com os clientes, você também pode prever comportamentos dos consumidores, entendendo quais produtos eles estão propensos a adquirir e em quais momentos seus clientes tendem a abandonar uma compra, por exemplo.

Aumento de receita

A essa altura, você já entendeu que o uso de inteligência artificial no atendimento ao cliente pode aumentar a qualidade da comunicação entre empresa e consumidores, reduzir a necessidade de atendimentos humanos, oferecer uma interação mais personalizada e gerar uma visão mais estratégica sobre os negócios. Assim fica fácil entender como essa tecnologia pode contribuir para reduzir custos na empresa, não é verdade?

Se você sabe quais são as preferências dos seus clientes, quais são seus canais de comunicação prediletos, com qual frequência eles são usados e em que ponto da jornada de compra se encontram os consumidores, você pode surpreendê-los com as melhores ofertas no tempo certo, aumentando suas chances de venda!

E então, gostou do nosso post de hoje? Conhece alguém que se interessaria em saber mais sobre o impacto da inteligência artificial nos negócios? Então compartilhe este conteúdo em suas redes sociais e não se esqueça de marcar os amigos!