Employee experience: como aumentar o bem-estar das equipes em trabalho remoto?

Employee experience Ainda que os recursos tecnológicos e o capital de giro de uma empresa configurem-se como insumos valiosos para o seu funcionamento, são os colaboradores quem, de fato, agregam valor a um negócio. Por isso, é tão importante que a companhia busque meios de garantir o bem-estar da sua equipe, principalmente, em contextos comportamentalmente mais complexos, como é o caso do trabalho remoto.

Nesse sentido, investir em employee experience consiste em uma estratégia eficiente para assegurar boas condições para os funcionários.

Para ajudar você com essa implementação, preparamos este post. Nele, vamos detalhar a importância do employee experience tanto para a empresa quanto para o colaborador e explicar os principais impactos do home office para os empregados. Também indicaremos quais as formas mais eficientes de melhorar a experiência do funcionário que executa trabalho remoto, e, consequentemente, otimizar o seu desempenho corporativo.

Não perca tempo e confira as nossas dicas agora mesmo!

A importância do employee experience

Podendo ser traduzido como experiência do colaborador, o employee experience diz respeito ao conjunto de percepções, impressões e sentimentos de um funcionário em relação às vivências e interações que tem na empresa.

Logo, trata-se de um conceito relativo à forma como o trabalhador enxerga a companhia, o que, inevitavelmente, impacta a sua atuação profissional. Afinal, não existe segredo: empregados satisfeitos com o seu ambiente de trabalho são mais motivados, interessados e produtivos.

Tendo isso em vista, cabe à empresa implementar ações que melhorem a experiência dos colaboradores, sobretudo no home office, que, por sua natureza, tende a ser uma modalidade de trabalho com menor supervisão e menos intervenções dos gestores.

Práticas que atuem no aumento da satisfação dos funcionários são fundamentais ao sucesso do negócio, já que elas contribuem para manter os profissionais engajados em realizar as suas atribuições, evitar erros operacionais, reter talentos e elevar a produtividade geral da companhia.

Os impactos do home office para os trabalhadores

Ainda que o colaborador possa executar grande parte das suas funções (ou até mesmo todas elas) por meio do trabalho remoto, em geral, essa modalidade traz algumas demandas para as quais nem sempre o profissional está devidamente preparado.

Isso porque, para que o home office gere os mesmos efeitos que o formato presencial, o funcionário precisa redobrar a dose de algumas de suas características, mantendo maior foco, organização, disciplina e autogestão, além de buscar formas de saber lidar com o isolamento físico que terá com relação aos colegas e à chefia.

Também é necessário levar em conta os impactos que o home office pode gerar na produtividade do colaborador. Teoricamente, em casa, o funcionário está mais descansado e disposto, já que não precisa acordar mais cedo e se deslocar até o trabalho, de modo a ganhar tempo e desenvolver as suas atividades com mais vigor.

O fato é que os afazeres domésticos e a própria convivência familiar podem impactar negativamente o seu trabalho, gerando o efeito contrário, caso o profissional não organize as tarefas, estabeleça prioridades e defina regras.

As 4 formas de melhorar a experiência do colaborador no home office

Para maximizar os benefícios gerados pelo trabalho remoto, é possível usar estratégias que, de uma só vez, tornam bem mais positiva a experiência do colaborador que atua nessa modalidade e contribuem para o funcionamento apropriado do fluxo produtivo da empresa.

Que tal conhecer 4 excelentes formas de melhorar o employee experience dos colaboradores da sua companhia? Basta continuar a leitura!

Fazer reuniões constantes

Acompanhar periodicamente o trabalho dos colaboradores é essencial tanto para gerenciar as atividades desempenhadas quanto para dar o suporte necessário a eles, com o repasse de informações, resolução de dúvidas e discussão de problemas que possam surgir ao longo da execução das tarefas.

Esse contato contínuo propicia maior segurança ao funcionário, que além de contar com as orientações apropriadas da gestão para desenvolver as suas funções, tem liberdade para chegar até ela quando precisa.

Com as plataformas de videoconferência disponíveis atualmente, essas reuniões são acessíveis, práticas e dinâmicas.

Gestor e colaboradores podem usar diferentes ferramentas, baseadas em tecnologia cloud e softwares de tramitação de documentos, para facilmente apresentarem, compartilharem e até mesmo editarem dados. Assim, com a realização desses encontros virtuais periódicos, os processos corporativos podem fluir com eficiência, de modo que o funcionário não se sinta isolado.

Estimular a interação entre os funcionários

A melhora da experiência do colaborador que opera em home office passa também pela interação contínua com os colegas da sua equipe de trabalho.

Ao estar integrado com os outros empregados, o profissional fortalece o senso de pertencimento à empresa, o que contribui para aumentar o seu engajamento, além de possibilitar o trabalho em rede, gerando suporte para a gestão por resultados. Por isso, é muito importante que o gestor ofereça canais de comunicação corporativos para uso dos funcionários.

Enviar pesquisas para registro de dados sobre o período

É fundamental também que a gestão saiba quais as impressões, as expectativas e o nível de satisfação dos colaboradores com relação à empresa e ao seu próprio trabalho. Esse levantamento de informações pode ser feito por meio de pesquisas online em que constem questões objetivas e dissertativas sobre a experiência do empregado no que se refere às suas atividades de trabalho.

Essa prática é importante porque pode levar à compreensão dos fatores que estão condicionando o comportamento e o rendimento dos profissionais em home office para, se for o caso, buscar estratégias de intervenção e melhoria tendo em vista as suas atribuições. Tal levantamento também ajuda a chefia a identificar potenciais gargalos no fluxo produtivo da companhia e, então, buscar soluções para superá-los.

Seguir com os ritos da empresa

Um aspecto importante a se considerar é que, em uma mesma empresa, home office e trabalho presencial são dois modelos de atuação profissional, não sendo um superior ao outro.

Isso significa que a cultura organizacional da corporação vale igualmente para ambos. Por isso, é muito importante que a companhia mantenha os seus ritos, abrangendo a participação de todos os funcionários, o que contribui para manter o senso de coletividade entre os profissionais.

Como mostramos no post, investir no employee experience é muito importante para garantir o bem-estar das equipes em home office. Com as estratégias abordadas, o gestor tanto contribui para melhorar a experiência dos colaboradores quanto desenvolve estratégias para acompanhar e medir a eficiência e a produtividade dos funcionários em trabalho remoto. Essas duas ações são essenciais para garantir o sucesso de qualquer empresa.

Agora que já sabe como melhorar a experiência dos seus colaboradores, descubra as melhores ferramentas para tornar o RH da empresa muito mais estratégico!

Publicados