Como a tecnologia cloud ajuda as empresas a enfrentar o mercado?

tecnologia cloud A segurança de dados é um dos maiores desafios para as empresas que desejam se destacar no mercado. É comum vermos empresas focadas nos trabalhos internos para manter padrão, mas o que tem de mais seguro no Brasil e no mundo atualmente, são as informações salvas fora da sua empresa, conhecido como nuvem.

Esse sistema de Cloud Computing é tendência do mercado, independente do tipo de segmento ou tamanho da empresa. Segundo a Associação Brasileira das Empresas de Tecnologia da Informação e Comunicação (Brasscom), até 2022 serão R$345,5 bilhões investidos nessa área. Estima-se um crescimento de quase 20% ao ano.

Por isso, preparamos este texto para mostrar as vantagens de escolher o modelo de cloud na sua empresa e como ela vai ajudar você a superar seus concorrentes. Acompanhe a leitura com a gente!

Como ser mais competitivo?

Uma empresa que tem colaboradores, setores e diferentes equipes, tem dificuldades para manter as informações e processos alinhados com todos os colaboradores. Muitos não têm tempo de consultar e buscar dados em algum documento físico ou também precisam olhar algum arquivo, mas não conseguem pois está salvo em um servidor próprio e sem acesso remoto.

Isso pode demandar tempo, que em muitos casos, não existe. A falta de agilidade nesses processos é o que permite o surgimento de novas empresas no mesmo segmento, o que ajuda essas empresas menores e novas é a possibilidade de serem mais ágeis que as demais. Podemos observar essa tendência com os aplicativos de transporte, de comida, bancos sem agência física etc.

Para enfrentar as maiores do seu segmento, é importante estar pronto tecnologicamente para oferecer as melhores experiências e atingir as dores dos clientes. O primeiro passo é utilizar o sistema de cloud para acessar todos os arquivos e dados do seu negócio.

Quais as vantagens de usar a tecnologia Cloud?

A tecnologia de cloud computing é um sistema que permite que os usuários tenham acesso a informações importantes em qualquer lugar do mundo, independente da localização do servidor. Isso permitiu que as empresas se desenvolvessem com mais agilidade, uma vez que os principais arquivos não precisariam estar em um local físico. Acarretando gastos com papel, infraestrutura, tinta, deslocamento de documentos etc.

Como tudo fica salvo e registrado nos servidores, não há necessidade de HDs externos, pendrives ou CDs para armazenar ou executar algum arquivo. Isso também simplifica os fluxos operacionais de uma empresa e aumenta a segurança dos documentos, que são criptografados para evitar qualquer tipo de invasão.

Para fechar algum negócio, há empresas que exigem certificados de segurança para ter a garantia de que todos os cuidados possíveis serão tomados e resguardar todos os dados importantes sobre o seu negócio.

A nuvem permite que todos os arquivos possam ser modificados apenas pelos usuários autorizados em tempo real e há sempre backups periódicos que evitam os riscos de algum documento seja perdido ou seja excluído. Além disso, é um serviço totalmente adaptável à realidade da empresa, que pode aumentar ou diminuir a capacidade de acordo com a sua necessidade.

Por não ter a necessidade de gastos maiores, o sistema de cloud reduz os gastos necessários para manter esses documentos. Não é necessário um investimento inicial muito grande, os computadores usados no dia a dia da empresa já podem acessar os arquivos. Além disso, os valores desse serviço são baixos.

Outra vantagem é a forma como esse serviço acompanha o crescimento da empresa. Não é necessário a aquisição de novas máquinas, um espaço físico maior ou a criação de um setor de TI só para os servidores próprios. Basta solicitar o aumento de espaço na prestadora do serviço.

Qual a melhor Cloud para a sua estratégia comercial?

Mas para superar a concorrência e se posicionar melhor no mercado, a fase de digitalização da empresa deve fazer parte da rotina da empresa. Dessa forma, é possível crescer de forma sustentável, melhorar a experiência dos clientes e se preparar para mudanças repentinas sem acarretar problemas nos processos. Atingindo os três pilares de qualidade: automação, agilidade e eficiência.

Existem dois termos que devem ser observados antes de adotar a estratégia de nuvem. São eles que vão guiar a forma como a nuvem será implementada e usada dentro de uma empresa. O primeiro é voltado para empresas que vão adotar softwares desenvolvidos em nuvem, conhecido como Cloud-First.

Ele utiliza a estrutura de Software as a Service (SaaS), uma solução flexível, barata e baseada no modelo de assinatura, como a DocuSign. Ou seja, é firmado um contrato de prestação de serviço para que o usuário tenha o direito de usar o sistema e suas ferramentas durante um período. Ótima opção para não aumentar os custos operacionais da empresa.

O segundo é o modelo Cloud-Only, que é visto como tendência no mercado. Como o próprio nome diz, é a ideia de que tudo será armazenado e desenvolvido em nuvem. Sem nenhuma ferramenta offline. Muito usado por startups, empresas de pequeno porte e já vista com bons olhos para outros tamanhos. Essa estratégia usa duas estruturas, são elas:

  • Platform as a Service (Paas) — É um serviço que une todas as ferramentas para análise da empresa em softwares que são processados em nuvem;
  • Infrastructure as a Service(IaaS) — Essa estratégia, diferente das demais, oferece soluções em hardware virtualizado. Ou seja, conexão de rede, espaço em servidores, endereços de IP. É contratado de acordo com a demanda do negócio.

Como ela ajuda a superar seus concorrentes?

Após escolher o melhor formato de nuvem para a empresa, o gestor deve se atentar a quais softwares vão atender suas necessidades, qual terá o melhor custo, espaço suficiente e suporte adequado. Esse parceiro tem que garantir que tudo estará disponível e íntegro em sua plataforma. Com os investimentos realocados em outros setores, é possível desenvolver melhorias nos processos e resolver gargalos.

Por causa do acesso de qualquer local e hora, a empresa se torna mais flexível e não depende mais de documentos e arquivos físicos para seguir as etapas de algum procedimento. Caso já tenha uma estrutura interna de TI, com servidores próprios para salvar todas as informações, a cloud ajuda a reduzir os gastos gerados por esses equipamentos. Já os colaboradores da área, podem focar o trabalho em estratégias analíticas mais efetivas.

Com um novo foco, mais recursos, mobilidade e segurança nas informações, o gestor consegue desenvolver inovações para o seu negócio e ser competitivo. A transformação digital permite que todas as decisões sejam tomadas com base em dados concretos. Resultando em melhorias no atendimento, novos produtos e maior presença no mercado.

O investimento em nuvem pode ser considerado uma tendência do mercado. A Brasscom espera um grande investimento das empresas para contratar esse tipo de serviço. Isso ajuda no desenvolvimento das empresas e na escalabilidade dos processos sem oferecer risco à segurança de dados. Sendo um grande diferencial na hora de competir com os concorrentes e se posicionar no mercado.

Gostou e quer saber um pouco mais sobre a utilização de cloud computing na sua empresa? Entre em contato conosco e converse com nossos consultores sobre como melhorar o armazenamento de documentos na sua empresa. Ou Realize um teste grátis da plataforma de assinatura eletrônica da DocuSign.

Publicados