Indo muito além dos lucros gerados para donos e acionistas, as empresas possuem um papel extremamente importante na sociedade: elas geram empregos e movimentam a economia, entregando produtos e serviços que melhoram a vida das pessoas e geram inovação. Possuem, portanto, uma grande responsabilidade social.

Dentro desse contexto, muito se tem falado sobre a sustentabilidade no mundo corporativo. Afinal, somente com a adoção de atitudes e estratégias sustentáveis é que se consegue garantir a manutenção das empresas a longo prazo e, em um sentido mais amplo, do próprio trabalho e da vida no planeta.

Apesar de esse ser um conceito bastante complexo, tornar sua empresa sustentável é muito menos complicado do que a princípio pode parecer. Pode acreditar: ações simples nesse sentido são capazes de transformar radicalmente a rotina do negócio, bem como sua relação com os clientes. Confira agora mesmo os 7 passos que você pode dar nessa direção!

O conceito

Uma empresa sustentável é motivo de orgulho tanto para clientes quanto para os próprios colaboradores. Lembre-se, afinal, de que as pessoas estão realmente preocupadas com essa questão hoje em dia. Por isso, mostrar-se como uma organização que pensa e age a respeito é garantia de durabilidade, dinamismo, competitividade e lucratividade a longo prazo.

O conceito de sustentabilidade corporativa está baseado em 3 pilares: econômico, ambiental e social. Quanto mais integrados forem esses pilares, melhores serão os resultados empresariais. Assim, ser uma empresa sustentável é sinônimo de inovação, competitividade e diferencial mercadológico. Os resultados?Lucros para o negócio e ganhos para a sociedade.

A adoção de estratégias sustentáveis simples tem o poder de diminuir custos, reduzir riscos, evitar desperdícios, melhorar relacionamentos e gerar receitas. Por isso, esse deve ser o objetivo de qualquer negócio minimamente antenado às tendências mundiais atuais. Atitudes e mudanças simples podem ser implantadas agora, sem grandes custos. Continue acompanhando e confira algumas possibilidades!

O caminho

1. Crie transparência nos processos

Como já mencionamos, uma empresa sustentável também se preocupa com o impacto social que causa com suas atividades. Por isso, é essencial contar com processos que mirem na transparência em relação ao público.

Ao ter acesso a como as coisas acontecem dentro do seu negócio, as pessoas passam a desenvolver mais empatia, confiança e entendimento sobre os valores e a missão da empresa. A longo prazo, isso acaba aumentando consideravelmente as taxas de fidelização de clientes.

2. Adote a documentação eletrônica

Um dos maiores empecilhos encontrados pelas corporações quando se trata do uso consciente de recursos naturais está nos documentos impressos desnecessariamente. Por mais que estejamos vivendo a era da informação e da hiperconectividade, não fazer bom uso de tudo o que é proporcionado pela modernidade é estar desalinhado com as tendências.

Ao adotar um sistema de documentação eletrônica, é possível, de uma só vez, reduzir o consumo de papel, economizar espaço de arquivamento, aumentar a segurança de documentos importantes e confidenciais, além de agilizar buscas e economizar tempo. E se engana quem pensa que documentos eletrônicos não possuem legalidade jurídica! Hoje já existem ferramentas de assinatura eletrônica que garantem alegalidade da documentação empresarial.

3. Revise a infraestrutura

O espaço físico onde sua empresa está instalada pode se tornar uma máquina geradora de desperdícios de recursos naturais. Revisar a infraestrutura como um todo, verificando a existência de vazamentos de água, instalações elétricas mal feitas (inclusive potencialmente perigosas) e sistemas de ar-condicionado é um bom começo.

Além disso, atitudes extremamente simples, como pintar as paredes de branco para refletir melhor a luz, trocar as lâmpadas fluorescentes por modelos de LED, instalar sensores de presença em locais com pouca circulação de pessoas e fazer a manutenção ou a substituição de equipamentos e eletrodomésticos antigos, pode significar uma economia absurda de energia elétrica. É bom para seu bolso e bom para o meio ambiente!

4. Gerencie os resíduos

Ao contrário do que muita gente pode pensar, apenas instalar lixeiras para o descarte de materiais reciclados não agrega muito em termos de sustentabilidade. Na prática, é preciso criar um gerenciamento de resíduos eficiente e efetivo.

Além da separação do lixo, buscar parcerias com cooperativas de reciclagem locais para que recolham os resíduos separados e criar campanhas de redução do uso de descartáveis (como os famigerados copinhos plásticos) são ações que muito contribuem para tornar sua empresa sustentável de fato.

5. Busque fornecedores sustentáveis

Para a empresa ser realmente considerada sustentável, é preciso levar em consideração toda a cadeia produtiva do negócio, desde a compra de insumos até o modo de distribuição dos produtos aos clientes.

Dentro desse contexto, é essencial buscar parcerias com fornecedores que também pratiquem a sustentabilidade em suas atividades. Prefira sempre empresas que possuam certificações ambientais e confira se suas necessidades não podem ser supridas por produtores ou empresários locais. Assim você estimula o comércio e a economia da região, contribuindo para o desenvolvimento da comunidade em que a empresa está inserida.

6. Treine as lideranças

Dentro do mundo dos negócios, uma verdade é simplesmente incontestável: seja qual for a estratégia ou a ideologia adotada, se ela não for comprada pelas lideranças da organização, as chances de nenhuma mudança ocorrer de fato são altíssimas.

Por isso, seus líderes e gestores têm que estar plenamente convencidos do valor e da efetividade das ações sustentáveis, bem como da relevância do retorno trazido para a empresa. Para tanto, vale investir em treinamento para quem ocupa cargos estratégicos dentro da corporação, assim como na promoção de discussões produtivas sobre o assunto.

7. Envolva a equipe

Contudo, como não é só de liderança que vive uma empresa sustentável, também é imprescindível envolver todos os demais colaboradores no processo. As pessoas devem se sentir parte atuante nas ações implementadas, entendendo seu porquê e os benefícios a médio e longo prazos.

Essa é a única maneira de garantir a governança corporativa da empresa, além de ser uma oportunidade única de melhorar o relacionamento entre todos e promover educação e engajamento dos colaboradores.

Ao desenvolver uma mentalidade corporativa antenada com as evoluções sociais, consciente do seu papel no desenvolvimento e aprimoramento da sociedade em geral e na criação de uma empresa sustentável, você poderá, muito antes do que imagina, colher os bons frutos dessas ações. Os benefícios para a empresa, para o meio ambiente e para a sociedade são imensuráveis.

Agora nos conte aqui: qual a sua opinião sobre esse assunto? Acha coerentes e válidos os esforços para tornar uma empresa sustentável? Compartilhe seu ponto de vista nos comentários e ajude a enriquecer a discussão!

(Visited 4,545 times, 5 visits today)

Tags