Por mais que seja a maior rede de franquias imobiliárias em número de transações do mundo, a RE/MAX enfrentava problemas com tempo e produtividade assim como qualquer outra empresa do ramo. Uma simples assinatura de contrato de locação, por exemplo, podia demorar de 7 a 15 dias para ser finalizada.

Com 150 unidades no Brasil, a RE/MAX identificou a necessidade de agilizar o processo de assinaturas de documentos, e a DocuSign foi a escolhida para mudar a realidade da imobiliária. “Antes, levávamos muito tempo para validar um contrato. Com a DocuSign, conseguimos uma redução enorme e, em até 24 horas, está tudo resolvido. Isso encanta os clientes e reduz drasticamente os processos burocráticos”, afirma Fabio Vuian Lo, diretor da Agência RE/MAX Aruanã.

A iniciativa garantiu mais dinamismo, agilidade e redução de custos nos processos, além de ser mais simples e intuitivo para os clientes – benefícios sentidos pela empresa e também por seus clientes, corretores e locatários. “Há dez anos, aluguei um imóvel e todo o processo foi presencial. Tive de reconhecer firma em cartório e levou bastante tempo. Dessa vez, eu e minha esposa assinamos o contrato eletronicamente via aplicativo de celular da DocuSign. Seria ótimo se todas as instituições aceitassem a assinatura eletrônica”, confirma Nuno Pimenta, cliente da RE/MAX.

Uma coisa que facilitou – e muito – a vida dos corretores é o fato do aplicativo DocuSign permitir que o usuário assine os documentos usando qualquer dispositivo móvel em qualquer lugar. Ou seja, é possível selar um acordo presencialmente e em questão de segundos durante uma visita a um imóvel, por exemplo, apenas com alguns toques na tela de um celular.

O uso da assinatura eletrônica também melhorou a rotina dos funcionários da imobiliária, permitindo que o fluxo de trabalho fosse mais ágil e deixando a equipe de vendas focar sua atenção na finalização dos contratos. “O tempo para um cliente assinar um contrato foi reduzido drasticamente, chegando a aproximadamente 80%”, afirma Vincenzo Russo, corretor de uma das unidades da RE/MAX em São Paulo.

As mudanças, inclusive, surtiram efeito nas contas do fim do mês. A implementação do serviço eliminou gastos com envio de documentos em papéis, impressão, logística e cartório, mantendo muito dinheiro em caixa que outrora seria destinado às necessidades do material físico. Agora, 30% de suas negociações são realizadas digitalmente no Brasil via DocuSign – nos EUA, esse número chega em 80%.

Conheça melhor o case de sucesso da RE/MAX com a DocuSign e saiba mais sobre as capacidades da nossa plataforma para ajudar imobiliárias.