Qual a importância da segurança em celulares corporativos? Entenda!

A telefonia móvel é um método que permite uma comunicação rápida e fácil, por isso se tornou essencial no cotidiano empresarial. Contudo, o uso desses aparelhos deve estar em consonância com os processos atuais de segurança a fim de manter os dados de colaboradores e de clientes sempre protegidos.

Apesar de todos os riscos relacionados aos celulares corporativos, é preciso entender que eles influenciam positivamente a comunicação e a produtividade. Muitos dos problemas já são conhecidos, porém ameaças surgem todos os dias, e você deve estar preparado para combatê-los.

Pensando nisso, preparamos este texto para que saiba qual a importância da segurança nos smartphones empresariais. Continue a leitura e fique por dentro do assunto!

Importância de reforçar os cuidados com segurança em celulares corporativos

Celulares corporativos são aparelhos destinados às atividades de uma empresa que são realizadas por funcionários. O objetivo é simplificar as comunicações externa e interna, além de evitar que os colaboradores tenham gastos pessoais com chamadas e franquia de dados.

Sendo assim, é preciso que a empresa esteja atenta a todos os padrões existentes de segurança em celulares corporativos e invista em métodos de proteção de dados. Esse é um fator muito importante, uma vez que, atualmente, mais da metade dos computadores empresariais são móveis. Além do mais, a flexibilização do ambiente laboral tem possibilitado aos colaboradores trabalhar por meio de smartphones e tablets de qualquer lugar.

As ameaças aos dispositivos incluem aplicativos maliciosos, vazamento de informações, golpes de phishing, spyware em redes etc. As organizações também devem considerar a possibilidade de perdas de aparelhos pelos funcionários ou furtos e roubos.

Essa segurança de dados vem ganhando tanta importância que a Lei Geral de Proteção de Dados Pessoais (LGPD) estipulou diversas penalidades para empreendimentos que não cumprirem os mandamentos legais relativos à proteção de informações da população. Por isso, é fundamental que os negócios se adaptem a essa nova realidade.

Técnicas para garantir a segurança das informações nesses aparelhos

A tecnologia móvel faz parte das atividades de uma empresa, porém, mesmo oferecendo diversas vantagens, há riscos de os dados serem violados. Para simplificar a vida dos gestores e dos seus usuários, existem várias formas de manter a segurança em celulares corporativos, permitindo que haja maior proteção de informações. Veja quais são a seguir.

Senhas

Isso parece simples, mas ainda é um dos grandes motivos dos problemas relacionados à segurança dos dispositivos móveis corporativos. A falta de um bom gerenciamento de senhas é capaz de colocar a propriedade intelectual de uma empresa em risco, uma vez que as informações podem ser acessadas de maneira bem simples por pessoas mal intencionadas.

Ou seja, é fundamental que a organização estipule a criação de senhas seguras, além de as trocar com certa frequência. Datas comemorativas ou sequências numéricas são más escolhas para utilizar como senhas de acesso, por isso devem ser evitadas.

Se for possível, conte com uma política de autenticação na empresa, como a estipulação de acessos em dois passos — número do celular aliado a senhas para acessar um determinado e-mail, por exemplo.

Treinamentos

Cada companhia conta com uma necessidade diferente de utilização de um aparelho celular, o que varia de acordo com o segmento de atuação. Na área de comunicação, por exemplo, o acesso a redes sociais é essencial. No entanto, quando se trata do setor de vendas, os aplicativos de organização são os mais necessários.

Desse modo, depois de realizar essa pesquisa, é preciso que os gestores treinem seus colaboradores e estipulem normas que determinem exatamente as funções que cada profissional deverá desempenhar por meio dos celulares corporativos. Essas regras são essenciais para garantir a segurança de dados da empresa.

Por exemplo, o que pode ser compartilhado por e-mail ou mensagem? Qual tipo de trabalho será desempenhado por meio do aparelho móvel? Posso assinar contratos no celular? Tudo isso deve ser analisado levando em conta as atribuições de cada cargo a fim de evitar acessos e vazamentos indesejados.

O treinamento de todos os profissionais que utilizarão essas ferramentas de trabalho é essencial para que a segurança seja otimizada.

Criptografia

A criptografia de dispositivos é bastante comum entre as empresas que emitem celulares para seus colaboradores. Essas ferramentas de trabalho geralmente contêm documentos sensíveis, segredos empresariais ou dados que podem ser violados por criminosos virtuais.

Desse modo, a criptografia disponibiliza uma camada extra de segurança para as informações dos dispositivos móveis sobre a senha padrão que existe nos celulares. Esse mecanismo de defesa faz com que os dados armazenados se tornem ilegíveis mesmo se acessadas externamente. A segurança deve ser sempre priorizada quando se fala em proteção de dados, por isso é fundamental que as empresas adotem a criptografia.

Antivírus

A segurança em telefones corporativos pode ser otimizada com a utilização de um antivírus. Ele evita a contaminação por programas maliciosos, uma vez que são desenvolvidos especificamente para esse fim. Hoje em dia, existe uma grande variedade dessas soluções no mercado, inclusive muitas delas são gratuitas.

Esses programas contam com a viabilidade de detecção quando um aplicativo malicioso tenta violar o aparelho móvel, além de analisarem documentos, arquivos, imagens, vídeos e outros dados presentes no celular. É importante também manter o aplicativo sempre atualizado a fim de garantir uma melhor e maior proteção contra as ameaças que surgem todos os dias no mundo digital.

Não seja negligente quando o assunto é segurança. Quando se trata de aparelhos móveis corporativos, os colaboradores normalmente seguem o caminho de menor resistência. Por isso, é fundamental garantir que todos definam senhas efetivas e que os gestores disponibilizem para a equipe de TI a possibilidade de limpar os dispositivos roubados ou perdidos de forma remota.

Com tudo isso em mente, fica simples entender que uma política de segurança em celulares corporativos bem executada deve ser uma prática comum a qualquer companhia, já que ela garante que nenhum dado essencial do negócio seja violado por terceiros.

Este post sobre cibersegurança foi útil pra você? Então, entre em contato com a nossa equipe agora mesmo e saiba como otimizar os processos na sua empresa, permitindo que inclusive documentos sejam assinados eletronicamente de forma segura e totalmente remota.

Publicados
Temas relacionados