Motivação no ambiente de trabalho: como garantir em casos de home office?

Mais do que uma tendência que pode ser implementada nos diferentes setores de mercado, o home office vem se tornando uma modalidade estratégica para as empresas que buscam otimizar processos, reduzir custos e contribuir para a melhoria da qualidade de vida dos seus colaboradores.

No entanto, esse formato remoto traz alguns desafios significativos para os gestores, que, entre outras ações, precisam encontrar as melhores formas de engajar os seus funcionários, não apenas mantendo como também fomentando a motivação no ambiente de trabalho.

Tendo isso em vista, para ajudar a sua empresa a vencer esse obstáculo e ter condições de potencializar as vantagens geradas pela adoção do home office, preparamos este post.

Aqui, vamos caracterizar as especificidades e explicar as condições do desenvolvimento da motivação no trabalho remoto, bem como mostrar quais as principais formas de manter o profissional que trabalha em casa motivado. Também abordaremos a relação que existe entre home office e ansiedade. Veja agora mesmo!

 

A motivação no trabalho remoto

Profissionais engajados são mais produtivos e comprometidos com o desenvolvimento do trabalho cotidiano. Mas de que maneira é possível manter esse engajamento, sobretudo em situações em que gestor e colaboradores não estão em contato direto com frequência, como acontece no home office?

A resposta é mais simples do que se imagina: a partir da implementação de ações e estratégias que sejam capazes de contribuir para a motivação dos funcionários.

Estar motivado é condição fundamental para que o profissional execute as suas funções com qualidade e eficiência, de modo que essa característica deve, portanto, ser estimulada, principalmente se a empresa tem como base a gestão por resultados.

Por se tratar de um comportamento relacionado à autoestima, aos interesses e aos objetivos do colaborador, o desenvolvimento da motivação no trabalho requer que o funcionário em home office sinta-se amparado pela empresa, reconheça a importância dele para ela, tenha metas e deseje melhorar.

Despertar o interesse genuíno pelo que faz é o segredo para que o empregado mantenha-se motivado. Por mais que, no trabalho remoto, esse engajamento não possa contar com elementos típicos da interação presencial, como o apoio dos colegas de equipe e o diálogo instantâneo com a chefia, o home office possibilita outras condições motivadoras, como o ganho de tempo para ficar com a família e o conforto residencial.

O mais importante é que, mesmo trabalhando em casa, o profissional consiga sentir a atmosfera do ambiente corporativo.

 

As formas de se manter motivado no home office

Ainda que o trabalho remoto traga desafios para a manutenção da motivação dos colaboradores, com planejamento e organização, é possível superá-los. A seguir, mostramos 4 formas para motivar o funcionário que atua em home office.

 

Contato direto entre gestão e colaboradores

O ambiente corporativo é caracterizado pelo trabalho em rede, no qual estão envolvidos todos os funcionários de uma companhia. Por isso, é fundamental que, estando em home office, o colaborador tenha acesso a canais diretos para contatar tanto a gestão quanto os colegas de trabalho, o que demanda a atuação de um RH eficiente.

Sem ter condições de interagir com a chefia e a equipe de profissionais da companhia, o funcionário que atua em casa facilmente ficará desmotivado, já que se sentirá isolado e à parte da corporação.

 

Suporte constante da liderança

Seja para tirar dúvidas, pedir orientações técnicas, reportar uma situação ou receber feedback sobre sua performance corporativa, é essencial que o profissional possa contar com o devido suporte da equipe de gestão.

Ao receber atenção da chefia e ter as suas demandas resolvidas, o colaborador sente-se muito mais seguro para executar as suas funções a distância, o que contribui para o aumento da satisfação com relação à companhia e para a elevação da produtividade.

 

Planejamento e organização das tarefas

Para manter-se engajado em desenvolver as suas atividades de forma remota com excelência, o profissional precisa de organização e planejamento. Isso porque, caso não estruture as suas tarefas de acordo com o nível de complexidade envolvido e o grau de prioridade requerido, terá muitas dificuldades de executá-las em tempo hábil, comprometendo a qualidade do seu trabalho.

Com isso, inevitavelmente, a motivação do funcionário diminuirá, já que ele se sentirá ineficiente, entregando resultados insatisfatórios.

 

Cumprimento de metas de curto, médio e longo prazo

Na modalidade de home office é comum que o profissional atue em projetos que englobam objetivos e ações diversificadas, assim como envolvam o trabalho de funcionários que fazem parte de diferentes setores da empresa.

Para não se perder em meio a tantas etapas, tarefas, pessoas e responsabilidades, de maneira a manter-se engajado na execução de suas obrigações, é importante que o funcionário cumpra metas de curto, médio e longo prazo.

 

A relação entre home office e ansiedade

Por ter como uma de suas características a separação física dos funcionários de uma empresa, o trabalho remoto pode levar os colaboradores a se sentirem isolados, e, em algumas situações, contribuir para que eles passem por situações de ansiedade ou até mesmo desenvolvam depressão.

É muito importante que o profissional não se sinta assim, já que isso pode impactar tanto o seu bem-estar físico e mental quanto a relação que mantém com o trabalho.

Para evitar que os profissionais em home office fiquem ansiosos, vale a pena estimulá-los a desenvolver interações com a equipe de trabalho, ainda que a distância, por meio do uso de ferramentas tecnológicas que permitem a socialização, como o Google Meet, o Zoom e plataformas de webconferência.

E por falar em tecnologia, nunca é demais lembrar que ferramentas como a assinatura eletrônica e o cloud computing são essenciais para o trabalho remoto. Mantendo a sua empresa, seus funcionários e os acordos/contratos em dia usando apenas ferramentas digitais.

Além disso, deve-se considerar que uma mente sã necessita de um corpo são. Por isso, é importante também que os funcionários sejam encorajados a praticarem atividades físicas — de acordo com os seus gostos e possibilidades — e a se alimentem de forma equilibrada, uma vez que ambas as práticas ajudam a combater a ansiedade e melhorar as condições de saúde.

Desenvolver e manter a motivação no ambiente de trabalho, especialmente na modalidade remota, garante maior produtividade dos profissionais e contribui para aumentar a lucratividade da empresa. Nesse contexto, a implementação de estratégias que ajudam o colaborador a se sentir pertencente à companhia ao mesmo tempo em que propicia maior planejamento e organização das tarefas a serem executadas é crucial para a manutenção do engajamento durante o home office.

Agora que você já sabe como manter a motivação no trabalho remoto, descubra o que fazer para motivar a equipe de vendas da sua empresa! Ou realize um teste grátis da plataforma de assinatura eletrônica da DocuSign.

Publicados
Temas relacionados