A inteligência artificial deixou de ser uma perspectiva já há algum tempo, passando a ser uma realidade presente no nosso dia a dia. As soluções baseadas nessa tecnologia estão tão desenvolvidas que nem percebemos mais o quanto somos influenciados por elas. Apesar disso, elas têm um peso enorme para fazer com que uma empresa seja mais competitiva.

Isso acontece em função da sua capacidade de tornar os processos mais rápidos e menos burocráticos — e ainda reduzir seus custos. Além disso, algumas ferramentas já conseguem fazer todo o trabalho de segmentação de público e validação de documentos, aumentando a eficiência das negociações.

Portanto, a empresa que não se atualizar e não prever a inteligência artificial no seu planejamento estratégico ficará para trás, pois seus concorrentes certamente o farão. Pensando nisso, preparamos este post com as informações que você precisa para começar a pensar no assunto. Confira!

O que é inteligência artificial?

Também conhecida pela sigla IA, a inteligência artificial é como chamamos a tecnologia que torna as máquinas capazes de simular a inteligência humana. Com ela, ferramentas eletrônicas, antes padronizadas, adaptam automática e instantaneamente suas reações aos estímulos ambientais.

Em outras palavras, é a incorporação às máquinas por meio de uma programação complexa, de habilidades como o aprendizado, a percepção, a sensibilidade e o raciocínio lógico. Isso dá a elas o poder de análise e decisão para solucionar problemas com autonomia — o que, até então, era prerrogativa humana.

Dissemos “até então” porque essa tecnologia já está presente no nosso dia a dia, em softwares como Siri, Cortana e Alexa. Além disso, empresas ao redor do mundo estão substituindo interações humanas pelo atendimento eletrônico com base em inteligência artificial.

No Brasil, muitos e-commerces e sites corporativos já utilizam chats monitorados por computadores, responsáveis pelo primeiro contato com o cliente — os chamados chatbots. Ainda, a implantação de atendimento eletrônico inteligente em serviços telefônicos está em ritmo acelerado, bem como a automação de e-mails personalizados.

Também são empregadas ferramentas de análise do comportamento individual dos clientes. Elas são capazes de captar, armazenar e processar uma enorme quantidade de dados sobre ações, vontades, necessidade e gostos dos consumidores para propor os produtos certos às pessoas certas.

Como deu para perceber, a inteligência artificial já é realidade em diversos setores do mercado e tem melhorado os resultados das empresas. Quer saber como? No próximo tópico falaremos sobre seus benefícios para o ambiente corporativo.

Quais benefícios a inteligência artificial oferece a uma organização?

A IA é um ramo da ciência da computação com inúmeras possibilidades e empregos diversos. Não à toa, a inteligência artificial ocupou as três primeiras posições do ranking de tendências tecnológicas estratégicas para 2018 elaborado pela Gartner Inc.

Para a líder mundial em consultoria na área de tecnologia da informação, a capacidade de a IA melhorar processos e a experiência do consumidor serão fundamentais para a disputa do mercado nos próximos anos.

Você sabe por que essa tecnologia vem ganhando tantos adeptos e defensores? Veja, abaixo, alguns dos benefícios que a inteligência artificial é capaz de gerar para uma empresa e entenda.

Agilidade nos processos

Com uma capacidade de processamento e análise muito mais precisa do que a de uma ser humano, as máquinas capacitadas para operar com IA podem ser usadas para agilizar os processos, reduzindo o número de etapas e a burocracia para o fechamento dos negócios.

Assim, permite um aumento na produtividade da empresa, ao mesmo tempo em que melhora a experiência dos clientes.

Redução de custos

A inteligência artificial já é capaz de oferecer a automação de atividades básicas, como o primeiro atendimento aos consumidores e a solução de problemas simples predefinidos, com base na análise da conversa. Além disso, possibilita que máquinas executem tarefas como a separação e o envio de mercadorias, o controle logístico e a análise de projetos para a prevenção de erros.

Dessa forma, contribui para a redução de custos com folha de pagamento e com falhas humanas, também permitindo expandir horários de atendimento sem a necessidade do aumento das despesas.

Aumento do volume de negócios

Por tornar os processos mais ágeis e diminuir a probabilidade de falhas, a IA gera um aumento do volume de negócios, já que os consumidores se sentem mais seguros e livres para interagir com a empresa. Afinal, eles não precisam confiar seus dados a um desconhecido ou depender da sua disponibilidade.

Além disso, não há compromissos com horários, promessas ou explicações, o que os deixa mais tranquilos no momento da compra ou da assinatura do contrato. Ainda, estratégias de marketing e de publicidade automatizadas têm se mostrado mais eficientes por conseguirem lidar com um volume de dados maior, personalizando o contato com os clientes.

Em quais casos é possível usar a IA na empresa?

Por conta dos seus benefícios para os negócios e das previsões otimistas quanto ao seu emprego nos próximos anos, a inteligência artificial vem sendo adotada em planejamentos estratégicos e guiando investimentos em transformação tecnológica nas empresas. A seguir, listamos alguns dos usos já possíveis da IA no meio corporativo.

Previsão de demanda

Ferramentas inteligentes estão sendo usadas para monitorar as demandas de produtos de acordo com a região, a sazonalidade e outras variáveis menos previsíveis. Dessa forma, conseguem atualizar suas previsões em tempo real, direcionando as atenções dos departamentos de compras e de vendas para determinados produtos com grande precisão.

Paperless

Com a capacidade de reconhecer documentos, assinaturas eletrônicas e fazer a leitura de textos, fica mais fácil para a empresa localizar contratos, certificados e notas fiscais, por exemplo, não sendo necessário o armazenamento físico.

Uma empresa paperless também é capaz de reduzir custos com impressões, cartórios e remessas de documentos, substituindo-os por arquivos digitais.

NLP

Os algoritmos da Natural Language Processing (NLP) tornam o atendimento ao cliente muito mais ágil, melhorando suas experiências e reduzindo falhas ao encurtar os caminhos conforme as respostas dadas.

Data Security

A inteligência artificial analisa e classifica milhares de ataques cibernéticos diariamente, além de arquivos contaminados com vírus e malwares, e criam as proteções mais eficazes. Assim, permite criar ambientes seguros na internet para que as transações comerciais possam ocorrer.

Ainda, a IA é utilizada por plataformas financeiras para identificar fraudes, lavagem de dinheiro e usos estranhos aos hábitos dos seus clientes.

Marketing personalizado

O marketing está cada vez mais personalizado, buscando entender a dor não do público-alvo, mas do indivíduo com potencial para ser um cliente, tornando o processo de vendas mais eficiente. Isso só é possível com a tecnologia da inteligência artificial, capaz de analisar os comportamentos específicos dos consumidores e propor-lhes soluções em uma escala enorme.

Neste post, vimos que a inteligência artificial está presente no nosso dia a dia em diversas áreas, tornando-o mais ágil e simples — da mesma forma que está nos negócios. Com a capacidade de agilizar processos, aumentar a satisfação dos clientes e reduzir os custos, as empresas que não começarem desde já a planejar o uso da IA poderão perder mercado para a concorrência.

Gostou de saber mais sobre o assunto? Então curta a nossa página no Facebook e fique por dentro de outros conteúdos como este!