Fluxo de documentos: entenda a importância para sua empresa

Fluxo do documentos Para que um negócio seja produtivo, capte e fidelize clientes, aumente as vendas, mantenha-se em dia com a legislação vigente e preserve a sua imagem no mercado, precisa estabelecer (e usar!) processos administrativos de alta eficiência. Isso inclui a implementação de uma série de ações que visam estruturar de forma apropriada os procedimentos operacionais da companhia.

Nesse sentido, uma iniciativa essencial é o investimento em tecnologias capazes de otimizar o fluxo de documentos que tramitam na empresa.

Tendo em vista a relevância dessa implementação, neste texto, traremos informações de ouro a fim de que ela possa ser feita com sucesso. Para isso, vamos explicar o que são fluxos de documentos, além de especificar qual a importância de contar com essa metodologia na rotina de uma empresa. Também vamos mostrar como é possível criar um fluxo de documentos altamente organizado e eficiente.

Que tal continuar a leitura e saber de tudo agora mesmo? Vamos lá!

O que são fluxos de documentos?

O cotidiano de qualquer empresa é marcado pela circulação dos mais diversos tipos de documentos, como contratos comuns, contratos SaaS, notas fiscais, ordens de serviço, requisições de compras, propostas e contrapropostas de negócio e ordens de pagamento. Além de ser de natureza diversa, toda essa documentação tramita em altas quantidades, principalmente, em companhias de médio e grande porte, cujo volume de transações tende a ser maior, envolvendo mais procedimentos administrativos e funcionários.

Mas o que são os fluxos de documentos? Trata-se do desenvolvimento completo de todo o ciclo de tramitação documental na empresa, abrangendo as etapas de elaboração, execução (com o devido acompanhamento) e encerramento de documentos, especialmente, os mais complexos, como contratos.

De modo geral, para que o fluxo de documentos seja completado de forma bem-sucedida, é necessário o envolvimento de profissionais que atuam em diferentes setores da companhia, assim como a definição de processos detalhados a serem seguidos.

Em um fluxo de documentos, há o ordenamento lógico das ações necessárias para a tramitação documental. Normalmente, nas etapas que constituem o ciclo, existem subetapas, entre as quais estão:

  • a edição e a revisão na fase de elaboração;
  • a inserção de informações complementares durante a execução (como os aditivos, nos contratos);
  • a checagem da finalização adequada (como a avaliação do cumprimento das obrigações no instrumento contratual);
  • o arquivamento no estágio de encerramento.

Durante todo o fluxo, deve ocorrer o gerenciamento das atividades.

É importante destacar que o fluxo de documentos está inserido em uma prática corporativa mais ampla: o fluxo de trabalho. Por essa razão, o modo como esse ciclo documental é implementado depende dos procedimentos, ferramentas, técnicas e metodologias que a empresa adota em seu cotidiano. Dessa forma, não existe fórmula mágica, quanto mais dinâmicos e eficientes forem os recursos utilizados pela companhia, mais otimizado será o seu fluxo de documentos.

Qual a importância de um fluxo de documentos na sua empresa?

Além de estar em conformidade com as boas práticas de gerenciamento de processos, o fluxo de documentos tem função estratégica para a empresa. Isso porque a sua implementação apropriada às demandas operacionais do negócio gera muitas vantagens para a companhia. Na sequência, listamos alguns dos principais motivos que tornam essa prática não apenas importante, mas fundamental. Confira!

  • padronização de procedimentos — a sistematização das ações envolvidas nas etapas de tramitação dos documentos estabelece padrões a serem seguidos pelos funcionários, o que dinamiza o seu trabalho;
  • diminuição de erros — com a padronização de procedimentos e automação de processos, comuns em fluxos eficientes de documentos, ocorre uma redução significativa de erros;
  • melhor acessibilidade — a definição das etapas do ciclo, com a especificação das responsabilidades operacionais de cada setor, permite que os documentos sejam acessados com maior rapidez;
  • aumento da segurança — a organização dos documentos de forma padronizada, com o uso de contratos eletrônicos offline e outros arquivos digitais armazenados em nuvem, aumenta a segurança da documentação corporativa;
  • melhoria nas integrações — em geral, os fluxos de documentos otimizados utilizam plataformas informatizadas de gestão documental, prática que maximiza a integração dos dados que circulam na empresa;
  • redução de custos — com a diminuição de erros, o aumento da segurança e o menor uso de documento em papel ocasionado pela automação, há a redução de despesas operacionais;
  • elevação da produtividade — o estabelecimento dos trâmites do fluxo associado ao uso de ferramentas automáticas torna o processo documental mais eficiente, melhorando os índices de produção dos colaboradores.

Como criar um fluxo de documentos eficiente?

O primeiro passo para a criação de um fluxo eficiente é listar todos os tipos de documentos com os quais a companhia trabalha em sua rotina administrativa, de maneira a detalhar as características daqueles que são de uso mais frequente. Na sequência, é necessário mapear a trajetória atual da tramitação desses documentos na empresa, o que permite identificar tanto os procedimentos que estão funcionando quanto os gargalos que precisam ser corrigidos.

Em seguida, chega a hora de estabelecer e caracterizar de modo detalhado as fases do ciclo, de acordo com as especificidades organizacionais da companhia. Definidas tais propriedades, chega o momento de delegar as responsabilidades de tramitação dos setores da empresa, especificando as atribuições que os colaboradores terão nas etapas de elaboração, execução e encerramento de cada documento, bem como prazos de trabalho.

Vale a pena investir na confecção de manuais de orientação sobre todo o funcionamento do fluxo de documentos.

Após essas especificações, é essencial iniciar o processo de automação do ciclo, que exige a adoção de recursos informatizados que dinamizam a tramitação documental.

Uma poderosa ferramenta para criar o fluxo de documentos é a DocuSign CLM, plataforma que permite elaborar e gerenciar contratos com base em modelos aprovados previamente, além de localizar com rapidez os arquivos hospedados no seu repositório. Ainda há o DocuSign eSignature, que, com mais de dez aplicações e 350 integrações, possibilita a assinatura dos documentos via qualquer dispositivo, inclusive um celular.

O uso de fluxos de documentos é uma prática obrigatória para a empresa que objetiva melhorar os seus processos operacionais, diminuir custos, ter mais segurança, aumentar a produtividade e, consequentemente, ser mais competitiva no mercado. Para que isso aconteça, é essencial que a companhia invista em recursos tecnológicos capazes de otimizar significativamente o ciclo.

Fale com a DocuSign e descubra soluções que vão tornar o fluxo de documentos do seu negócio muito mais eficiente. Faça o teste grátis da plataforma de assinatura eletrônica!

Publicados