Sabe aquela viagem que você fez e tem vontade de fazer de novo? Essa é a mesma sensação que sua empresa deve despertar durante a experiência do cliente: saudosismo, sorrisos espontâneos e lembranças positivas. Tudo bem que não é nada fácil causar esse efeito nas pessoas — afinal, são poucos os momentos que realmente ficam eternizados na memória. Mas é exatamente por esse motivo que você deve se esforçar, dia após dia, para tornar a experiência do cliente cada vez melhor.

A verdade é que todo cliente quer ser único, valorizado e até mimado. E isso requer que a empresa esteja atenta aos desejos e anseios desses clientes, com o objetivo de proporcionar tal diferencial. E uma das maneiras mais comuns (e efetivas) de aumentar a qualidade do que é oferecido aos consumidores é investindo em processos otimizados, ágeis e eficientes. Aliás, muitas das empresas que já descobriram esse caminho têm hoje marcas sólidas, reconhecidas no mercado pela excelência com a qual tratam seus clientes.

Entretanto, é preciso lembrar que o consumidor está cada vez mais exigente, principalmente porque sabe que a maioria das empresas oferta mais ou menos as mesmas coisas. Ele quer mais. E é isso o que nós vamos ensiná-lo a fazer a partir de agora. Então acompanhe!

Mantenha a simplicidade

Muitos empreendedores podem até ficar surpresos com essa dica, mas é fato: o cliente atual quer o máximo de simplicidade nas relações. Ele quer ligar e ser atendido imediatamente, quer que seu atendente saiba que ele está ligando pela terceira vez para falar com a mesma pessoa e quer que ocontrato chegue assinado na data combinada, sem desculpas. Como pode ver, nada muito complicado.

Invista na personalização

Até mesmo o mundo corporativo está cansado de relações estritamente comerciais. Já que empresas são formadas por pessoas, trate-as como se elas fossem únicas, especiais para você! Em vez de usar pronomes de tratamento (como senhor, doutor ou diretor), chame seus clientes pelo nome, mantendo um tom pessoal nas comunicações. Além do mais, não deixe de enviar um cartão personalizado no fim do ano para cada um, evitando mensagens massivas e sem profundidade. Agradeça pela dedicação, lembrando-se de que pessoas gostam de palavras de carinho, de respeito e admiração.

Comunique-se com coerência

Comunicar-se com coerência é fazer com que toda a empresa assuma o mesmo discurso, a mesma forma de lidar com os clientes. Afinal, de nada adianta o cliente ser tratado como rei pelo comercial e esquecido enquanto espera o atendimento de outro setor. A experiência do cliente junto à empresa deve ser única, transmitindo uma mensagem só — preferencialmente de qualidade, respeito e dedicação. Deixar que cada setor aja de uma maneira pode minar o relacionamento com seus clientes. Pense bem: mesmo após uma conversão, se o cliente se sente insatisfeito com o atendimento, a imagem do negócio já não será mais a mesma.

Dê continuidade ao relacionamento

Relacionar-se com leads até o momento da conversão é fácil. A parte mais difícil é, na verdade, fazer com que esses clientes continuem fiéis à empresa depois. E isso demanda uma boa dose de cuidado e atenção. Após acompanhar a primeira jornada do cliente, você já sabe ao menos algumas coisas sobre ele, certo? O que tem a fazer é usar esse conhecimento para gerar ainda mais valor para ele após a venda.

Para começar, mantenha seus clientes informados sobre seu nicho de mercado, lembrando-se deles em datas comemorativas e enviando uma pesquisa vez ou outra para saber como anda a satisfação em relação à sua empresa, por exemplo. Você também pode criar conteúdo direcionado às necessidades de cada persona do negócio e compartilhar esse conteúdo por meio dos canais de relacionamento da empresa. O segredo está em ser ativo e não reativo — até porque quem tem maior interesse em continuar o relacionamento é sua empresa e não o cliente.

Esteja sempre presente

Não importa se seu negócio é B2B ou B2C, se a jornada de compra do seu cliente é maior ou menor: o importante é que você esteja lá do início ao fim, dando o suporte necessário para que ele se sinta seguro e confortável para tomar sua decisão de compra no momento mais oportuno.

Invista em marketing segmentado, pensado e planejado para o perfil do seu público. Use as ferramentas de comunicação on e off-line para mostrar que sua empresa não só existe como é capaz de suprir as necessidades dessa audiência. Depois de conquistar leads, mostre o caminho mais curto para que eles obtenham a solução que tanto procuram, sempre prezando pela qualidade do atendimento e das informações que você compartilha.

Ofereça segurança para as informações

Da mesma forma que a tecnologia traz facilidades, também traz riscos. Nesse caso, vale destacar especialmente o uso indevido de informações. Nesse sentido, procure introduzir no seu negócio soluções que garantam o sigilo dos dados de seus clientes ao mesmo tempo em que melhoram o trânsito das informações entre vocês. Busque softwares de gestão de documentos, sistemas integrados de gerenciamento de dados, dispositivos que evitem a falsificação de assinaturas e outros métodos que deem mais credibilidade às transações. Quanto mais segurança seu cliente sentir ao se relacionar com sua empresa, maior será sua lealdade em relação à marca.

Essas dicas são simplesmente essenciais para quem procura fornecer uma experiência realmente diferenciada a seus clientes, aumentando o valor agregado do próprio negócio. De acordo com a empresa Bain & Company, empresas que investem na experiência do cliente têm um aumento de 4% a 8% na receita, sem contam que veem o LifeTime Value (LTV) aumentar de 6 a 14 vezes. Assim, se o tempo médio de permanência de um cliente na sua empresa é de um ano, por exemplo, passa a ser de 6 a 14 anos!

E então, pronto para tornar a experiência dos seus clientes ainda melhor? Nós também! Por isso é que o convidamos a compartilhar este conteúdo nas redes sociais e, quem sabe, ajudar mais profissionais como você a melhorar a experiência de outros consumidores

(Visited 81 times, 1 visits today)