O pós-parto é um momento bastante vulnerável para os pais, eles se desconectam do mundo e passam a dar atenção exclusivamente ao bebê. Ir a shows, teatros, cinemas e outras atividades culturais como essas se torna uma tarefa complicada. Essas pessoas precisam de um lugar próprio para trocar a fralda, por exemplo, e muitos dos espaços que oferecem atrações não estão preparados para isso.

São pessoas que passaram por esse período e sentiram essas dificuldades que fundaram o CineMaterna. A associação sem fins lucrativos ajuda mamães de recém-nascidos nessa reintegração cultural. Ela realiza parcerias com cinemas para disponibilizarem um espaço próprio e receptivo, com uma programação de sessões para as mamães e papais frequentarem com seus bebês.

Como toda associação, mesmo sem fins lucrativos, é necessário registro em cartório e uma série de documentações que auxiliam na administração, contabilização e organização de documentos. Pensa no volume de papel que eles precisam armazenar! E a CineMaterna ainda precisa enviar contratos de parcerias para diversas regiões do Brasil.

Ou seja, muito tempo e trabalho dedicado apenas para conduzir papéis para lá e para cá. Reconhecer firma, enviar por malote, chegar lá, assinar, reconhecer firma novamente, voltar pelo correio, verificar a validade jurídica. É um processo extenso, demorado e, muitas vezes, com um péssimo resultado, como o extravio do documento.

Por isso, a CineMaterna aderiu aos serviços DocuSign, assim foi possível ter mais agilidade nos processos, deixando o papel de lado.

Irene Nagashima, fundadora da CineMaterna, conta que os processos antes da DocuSign eram muito burocráticos e impedia o principal propósito da empresa: oferecer um ambiente confortável para que mães de todo o país possam ir ao cinema com seus filhos ainda bebês.

“Nosso objetivo é alcançar mães e bebês no Brasil inteiro, mas quando o acordo é restrito a assinaturas em papel, algo que poderia demorar dias passa a durar meses. Em casos de extravio, todo esse processo, que já dura cerca de um mês, chega a atingir meses”, comenta.

Para resolver esse problema, a CineMaterna aderiu aos serviços DocuSign, assim, os processos burocráticos realizados à distância ficaram mais fáceis. O que antes precisava de muita paciência e espera, agora é resolvido com agilidade, em até uma hora, com apenas um smartphone ou computador, em todas as regiões do Brasil.

Os resultados do usa da assinatura eletrônica podem ser percebidos rápido, desde o começo da utilização da plataforma.

Dentre as melhoras nos processos, estão a redução de custos e espaço físico para armazenamento de documentos em papel. Além de evitar possíveis imprevistos, como extravios, danificações ou perda.

Com a assinatura eletrônica, a associação consegue fechar parcerias mais rápido e, por consequência, ampliar a programação de sessões. Assim como dinamizar os processos internos e reduzir o espaço necessário para armazenamento de documentos.

Irene ainda comenta que o processo é mais rápido quando todos assinam com DocuSign e o impacto é refletido na comunidade.

“Quando ambas as partes assinam eletronicamente, levamos cerca de uma hora para estabelecer a parceria, o que resulta não apenas na rotina corporativa, mas principalmente na qualidade de vida das mães e bebês impactados pelos nossos serviços”.

A segurança dos documentos também é ponto muito importante para as instituições do terceiro setor, como a CineMaterna. E a DocuSign conta com recursos confiáveis para que esses arquivos não sejam extraviados, pois são usados procedimentos (como senhas e comprovação biométrica) que ajudam a manter a privacidade dessas informações.

Conheça os produtos da DocuSign e faça um teste grátis da plataforma por 30 dias.