Como você pode ter êxito em um tipo de venda e fracassar em outro? Por que aquele dia a mais que você se obrigou a arrastar uma venda (por burocracia) fez seu cliente desistir? É muito importante entender todos os motivos e analisar dados do que te fez converter mais vendas. No fim do dia, você precisa de vendas volumosas, com margens significativas para avançar e ter domínio de mercado, certo? Mas como ter velocidade e precisão para conseguir isso?

Hoje você vai conhecer 6 motivos pelos quais a assinatura eletrônica no setor de vendas pode ser um turning point em seu negócio! Continue a leitura!

1. Aumentar a produtividade da equipe

E se eu disser que, a cada 12 segundos, um documento é perdido nas empresas? Que cada colaborador, em média, desperdiça 2 horas por dia procurando informações? E se, pior do que isso, você descobrisse que, em 1 ano, seus funcionários perderam em torno de 1 mês apenas buscando documentos extraviados?

Todos esses dados são reais e mostram quanto da produtividade da equipe pode estar descendo pelo ralo em sua organização — e sem que você perceba. A assinatura eletrônica no setor de vendas permite que os fechamentos sejam feitos via tablet, com o cliente na frente do vendedor, ou mesmo depois que ele for embora. Na verdade, em muitos casos, não é preciso nem das visitas, já que o catálogo pode ser visualizado na página da empresa e o contrato, remetido por e-mail para ser assinado eletronicamente.

Com menos visitas, menos papelada e menos tempo perdido com burocracia, sobra tempo para sua equipe se dedicar ao que interessa: bater metas de vendas. Aliás, é de burocracia mesmo que falaremos agora.

2. Reduzir a burocracia da área de vendas

Muitas empresas fracassam porque encaram uma venda simples com o mesmo olhar que tratariam uma venda de alto volume. Ocorre que a psicologia do consumidor é completamente diferente nas duas situações, o que exige, por óbvio, comportamento distinto do representante comercial em cada ocasião. E isso tem tudo a ver com assinatura eletrônica no setor de vendas.

Uma venda simples costuma ser fechada na presença do vendedor, enquanto vendas de alto impacto costumam levar semanas, ou até meses.

Suponha que você seja um brilhante vendedor, capaz de fazer uma exposição memorável sobre determinado produto, passível de convencer até os mais racionais clientes a dizer “sim” com sorriso de orelha a orelha na primeira visita. Isso é uma coisa.

Agora imagine que estejamos falando de uma venda colossal. Você faz sua apresentação, mas e daí? Quanto de seu discurso o representante da empresa será capaz de reproduzir ao diretor para convencê-lo da necessidade da compra?

Uma apresentação de excelência tem efeito temporário sobre o prospect. O que significa que você, em uma venda expressiva, terá que fazer um follow up com múltiplas linguagens, de e-mail marketing a promoções derradeiras irresistíveis. Mas em todas as situações, é crucial que você dê ao cliente a liberdade de fechar a hora que for melhor.

Você consegue essa flexibilidade no ciclo de vendas quando deixa de lado a burocracia da assinatura manuscrita em nome dos contratos eletrônicos, em que as vendas, evidentemente, são fechadas com assinatura eletrônica.

Com um contrato em papel, você precisa mandar uma minuta por e-mail, esperar alterações, levar as vias originais para assinar e autenticá-las em tabeliães para, só então, o contrato ter vigência. Quantos negócios se perdem no meio dessa burocracia? Assinatura eletrônica no setor de vendas é crucial.

3. Melhorar a integração entre vendas e demais setores da empresa

Imagine uma empresa que venda produtos para pets. Os representantes comerciais fazem as visitas, mas não sabem ao certo qual o estoque de cada item apresentado no catálogo. Podem, então, vender mercadorias que não existem na empresa? Sim, podem, e isso é bem comum.

Imagine agora que o departamento de marketing esteja monitorando a performance de vendas dos representantes, e já tenha percebido que, principalmente nas vendas de maior valor agregado, a retórica mais incisiva, que ignora objeções e “força” o cliente ao fechamento do negócio, esteja dando pouco resultado.

O cliente preferiria fechar suas vendas de casa, mas não consegue porque precisa solicitar a presença do vendedor insistente, o que, muitas vezes, o faz desistir da compra.

Ocorre que essa empresa-vendedora não trabalha em nuvem, com um sistema no qual os dados são centralizados, o fluxo de informação trafega eletronicamente e todos os documentos são digitais.

O passo zero para essa empresa se tornar paperless é adotar uma plataforma de Agreement Cloud, onde não há apenas a preocupação com assinatura eletrônica no setor de vendas, mas no qual toda a gestão de dados é controlada por soluções de inteligência de negócios.

Ora, uma empresa “analógica”, escrava de relatórios e catálogos em papel, é uma empresa pouco inteligente; não há trabalho com dados e todos os departamentos são verdadeiras ilhas isoladas, o que produz, para cada núcleo, uma visão estrábica do negócio.

A assinatura eletrônica ajuda a homogeneizar as informações que circulam na empresa, provendo a cada profissional uma visão mais sistêmica. Nem precisa dizer o quanto isso melhora seu produto e, mais do que isso, sua abordagem ao cliente, certo?

4. Otimizar o tempo de trabalho

Esse benefício é consequência dos itens anteriores. Um vendedor de excelência precisa criar vínculos com seus clientes, transbordar credibilidade, confiabilidade e suporte às indagações de seus futuros compradores. Isso exige mais do que retórica vazia, é preciso a persuasão conquistada pela autoridade no assunto.

Mas, para que você seja capaz de mergulhar nessa psique do consumidor, precisa estar liberto das amarras administrativas que circundam o processo de venda. Não dá para gastar sua atenção com a organização de papéis, discutindo com o administrativo para que todos os recibos, garantias e contratos estejam alocados corretamente; não dá para criar problemas ao jurídico com o extravio de vias contratuais, que, por serem únicas, deixarão a empresa vulnerável em eventuais reclamações judiciais.

O vendedor deve pensar apenas em criar relacionamentos sólidos com seus clientes, ampliar seu processo de captação, aprimorar sua capacidade de exposição de argumentos, ser capaz de dar segurança ao seu cliente e, com isso, vender cada vez mais. A assinatura eletrônica no setor de vendas dá flexibilidade e mobilidade ao fechamento, aumenta a segurança no processo e injeta velocidade para que o foco esteja sempre na venda.

5. Reduzir custos

Essa é a parte mais óbvia de se adotar assinatura eletrônica no setor de vendas. E são várias as perspectivas de diminuição de custos: a mais sutil delas é que uma empresa abarrotada de papéis exige toda uma estrutura administrativa que passa por auxiliares de escritórios, secretárias, funcionários do arquivo, além da pressão sobre o espaço físico.

Há ainda os mais previsíveis custos do papel: o das próprias resmas, da compra e manutenção da impressoras, dos toners, materiais de escritório e até da conta de luz elevada com o uso das impressoras e scanners.

Já reparou que, se você adota uma assinatura eletrônica, não precisa mais de papel? E, se não precisa mais de papel, não precisa mais de impressoras, salas de arquivo, pastas, excesso de funcionários administrativos e da própria existência de um espaço físico. Tudo isso começa com a simples implementação da assinatura eletrônica. Vale a pena em qualquer segmento.

6. Garantir segurança da informação

Colocar sua assinatura em contrato é coisa séria, dada a facilidade de adulterações e fraudes que podem ser feitas através de sua firma. Essa insegurança da assinatura à caneta ajuda a inibir a aproximação de uma empresa a novos clientes.

O consumidor, desconfiado, costuma ser mais resistente a comprar produtos de empresas que não conhece, sobretudo pela possibilidade de estelionato, não recebimento do produto, incerteza sobre a segurança da área de checkout do site etc. A assinatura eletrônica, mediante login e senha, além de camadas adicionais de confirmação de autenticidade, aumenta a segurança do processo e, com isso, facilita a negociação.

Entendeu, na prática, como a assinatura eletrônica no setor de vendas faz a diferença em seus resultados? Então, compartilhe nosso conteúdo em suas redes sociais e leve transformação digital aos seus colegas, amigos, clientes e fornecedores! Mostre que você está atualizado no mercado! Ou realize um teste grátis da plataforma de assinatura eletrônica da DocuSign.